quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Competição nº 463 - 5ª edição da Cassino Ultra Race 230K

Distância: 230 Km;
Tempo: 41 horas e 10 minutos;
Local:  Chuí a Barra do Rio Grande (Praia de Cassino) ;
Colocação Geral:  1°;
Total de Corredores: 30 inscritos, porém somente 9 homens e 2 mulheres concluíram a prova.

De 26 a 28 setembro 20019 foi realizada na Praia de Cassino à 5ª edição da Cassino Ultra Race 230K, prova realizada pela Anomation. A organização esse ano abriu as inscrições para 3 categorias: SOLO com apoio nos pontos de controle da organização com água e comida, SURVIVOR com apenas apoio de somente água nos pontos de controle e MARUJOS em que o atleta poderia correr de 1 até 3 trechos da prova. Eu corri na modalidade SOLO em que a prova vem original desde 2015. Uma prova única, em que cada ano o percurso é invertido, pois dessa vez largamos nos Molhes do Chuí, fronteira com o Uruguai, passamos correndo por paisagens diferenciadas, navios naufragados, dunas, 4 faróis (Chuí, Albardão, Verga e Sarita) e muitas histórias que ocupam os quatro ventos e seus campos neutrais a maior ultramaratona de praia no mundo que acontece no Brasil. 

Prepara porque o post vai ser um pouco longo, mas vale a pena. Foram meses de preparação para esta ultramaratona...Eu juntamente com a Equipe Passaporte Running daqui do Rio de Janeiro, realizamos vários treinos diurnos e noturnos, seja nas praias e asfalto tudo com um único objetivo de correr bem essa ultramaratona no deserto horizontal. Acabei até me abdicando de correr uma ultra aqui no Rio para me dedicar totalmente a Cassino Ultra Race 230K, não pense que foi fácil, foi difícil, mas dessa vez saiu tudo perfeito.

Viajamos na quarta-feira, dia 25 setembro 2019, onde pegamos a ponte aérea no aeroporto Santos Dumont passamos por São Paulo e finalizando em Porto Alegre. Ao descer da aeronave em Porto Alegre o estresse começou, ao ir na esteira para pegar a minha mala, eis que a minha mala não aparecia, aguardei mais alguns minutos e nada, imediatamente procurei a companhia aérea LATAM e fiz a reclamação a funcionária entrou em contato com São Paulo e simplesmente os funcionários da companhia aérea em São Paulo esqueceram de colocar a minha mala no avião...putz...que droga😡...Daí a funcionária me falou que a minha mala iria ser entregue na rodoviária do Chuí no Uruguai no outro dia às 6:30h da manhã...Disse para a funcionária que não seria possível porque todas as minhas roupas e objetos que iria participar na prova estaria nessa mala esquecida em São Paulo, ela tentou ver se o motorista da companhia aérea pudesse levar no mesmo dia no hotel que iria ficar no Chuí, mas depois disse que não seria mais possível, a solução foi falar com o motorista da van que nos levaria para o Chuí para aguardar até o avião chegar de São Paulo. O avião chegou por volta das 14:20h com a mala e finalmente saímos de Porto Alegre às 15 horas, rumo ao Chuí...A van percorreu 531Km em 7h 15min, chegamos no Chuí às 22:30h cansados da viagem, fomos logo jantar e logo em seguida fomos nos hospedar no hotel Cassino Atlântico para descansar...Ufaaa que dia.
Embarcando no Aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro
Um pit stop com a turma na estrada 
Então chegou o grande dia da prova, quinta-feira dia 26 setembro 2019 amanheceu, fazendo sol, porém fazendo um pouco de frio, tomamos café da manhã, aproveitamos para dar uma ida ao Uruguai para fazermos umas comprinhas mas com o dólar em alta, a galera não se animou de comprar muitas coisas não, almoçamos e retornamos para o hotel. Às 15 horas nos reunimos no salão do hotel, recebemos os nossos kits da prova e longo em seguida iniciou o Congresso Técnico da prova, onde a Maria Vargas e Maria Mello ambas organizadoras falaram sobre a prova e após o Congresso Técnico houve inspeção dos itens obrigatórios para a prova.
Entre o Brasil e o Uruguai
Kit da prova
Reunidos  no Congresso Técnico
Cada hora que passava tentava me concentrar para não dar nada de errado, no quarto mais uma vez inspecionei toda minha mochila novamente. Guardamos na Van e Jipe da organização da prova nossas malas e drop bags que iriam ficar nos postos de controle 2 e 4 e faltando uns 20 minutos para à largada nos dirigimos para a praia nos Molhes do Chuí. Já no local da largada um pouco adiante dava para ver o primeiro Farol da Praia de Cassino o Farol Chuí, lindo demais. A Maria Vargas organizadora da prova, juntamente com 30 atletas se alinharam na linha de largada e todos deram as mãos fazendo uma corrente positiva e ela nos falou algumas palavras.
Antes da largada
Às 18 horas em ponto, com o dia claro e a temperatura amena foi dada à largada da V edição da Cassino Ultra Race no Chuí rumo aos Molhes de Barra em Rio Grande e lá foi nós. Como fui na modalidade Solo a estratégia foi largar forte para tentar um lugar entre os primeiros colocados, estratégia que deu certo, fui observando todos na largada, os primeiros a largarem forte foram os que estavam correndo na modalidade Survivor, pensei estão dando mole, estão correndo forte demais e com a mochila pesada (dito e feito alguns durante a prova quebraram mais a frente e saíram da prova). Fui ultrapassando um a um até ficar em primeiro colocado geral rumo ao primeiro posto de controle da prova.
E foi dada à largada
De vez em quando olhava para trás para ver via alguém vindo querendo me ultrapassar, mas os corredores que vinham atrás de mim tinha ficado para trás e estavam bem longe, mesmo assim não dava mole e lá fui eu correndo na praia sozinho e em primeiro lugar, mas tinha pensado comigo, calma ainda falta muita prova...Foi bom para mim, com quase 2 horas de provas rolando e já com 20 Kms percorridos começou anoitecer, diferente de 2016 a praia de Cassino dessa vez a lua não apareceu, mas o céu estava estrelado, liguei a lanterna de cabeça para não pisar em nenhum buraco e continuei correndo.
Correndo na primeira noite
Se passaram 10, 20, 30, 40 km e com 5h48min de prova rolando cheguei em primeiro colocado no hotel abandonado na Praia de Cassino às 23h48min, marcando no GPS 54Km, tão logo cheguei nesse PC, procurei não perder muito tempo por lá, enchi o meu reservatório da minha mochila de hidratação com água rapidamente, falei com a organização que iria ir comendo correndo, peguei um copo de macarrão e um sanduíche com bananada e saí correndo comendo, rumo ao Farol do Albardão, segundo posto de controle da prova, continuei correndo sozinho na escuridão daquela praia.
Chegando no Hotel Abandonado - Primeiro Posto de Controle da Prova
Às 5:00 horas da manhã e com 11 horas de prova rolando foi a vez de chegar no segundo posto de controle da prova no imponente Farol Albardão completando 89 Kms, onde só dava para ver as luzes dele. O segundo posto de controle da prova estava dentro de uma casa no Albardão, também procurei não perder muito tempo, completei com água a minha mochila de hidratação, comi duas tangerinas, peguei um copo de macarrão e saí novamente correndo.
Chegando no Farol Albardão - Segundo Posto de Controle da Prova
Às 5:45h da manhã começou a clarear e logo em seguida o sol começou a nascer, tirei a bandana e coloquei o boné legionário com abas no pescoço, mas o dia inteiro mesmo com o sol na praia não esquentou, mas ventou um pouco, Parti rumo ao Farol Verga que após ele alguns Kms estaria o terceiro posto de controle.
Clareando na praia de Cassino
O dia de sexta-feira foi clareando a temperatura não chegou a esquentar muito, mas o cansaço físico tinha chegado, já tinha passado dos 100Km, não lembro em que Km era mas vi ao longe uma imagem que parecia ser uma enorme pedra grande na areia da praia de Cassino, pensei quando chegar nela vou dar uma sentada nessa pedra para tirar a areia dos tênis, mas ao se aproximar vi que não era uma pedra enorme e sim um baleia morta que encalhou na praia...Como a praia é enorme e deserta a noite a maré enche e às vezes trás alguns animais para a areia e quando a maré baixa alguns animais não conseguem retornar ao mar vindo a morrer...Vi essa baleia abaixo, também vi vários pinguins, peixes e focas ao longo do percurso da praia...uma pena.
Baleia morta uma pena
Como não dava para fazer nada registrei uma foto e prossegui em frente correndo rumo ao farol Verga...Por volta do meio-dia passei em frente ao Farol Verga pensando que o Posto de Controle era por ali, mas tinha me engando era bem mais à frente e às 13:18h conseguir chegar no Posto de Controle 3, onde próximo tinha uns pescadores puxando a rede do mar e ofereceram peixe a organização, o amigo Hurben mandou ver na panela, preparou um ótimo peixe para nós corredores. Ao chegar nesse posto comi somente arroz com um delicioso peixe fresco, enchi de água a minha mochila e fui embora rumo ao último Posto de Controle 4. No PC3 a amiga Renata me ofereceu uma coca-cola (obrigado) que caiu bem durante o percurso.
Ao fundo passando pelo Farol Verga
Veio o período da tarde e finalmente chegou a segunda noite e de quebra vindo junto o frio...arggg, deu sono mas não parei para dormir, as águas dos arroios estavam tão geladas que pegava e jogava no rosto para aliviar o sono. Às 18 horas da tarde alcancei o Farol Sarita e continuei prosseguindo correndo em frente. Quando cheguei no Km 180 a bateria do GPS acabou...putz que droga...mas como não tinha jeito continuei prosseguindo correndo e às 22:05 horas consegui alcançar o último Posto de Controle 4, chegar nesse posto demorou um pouco por causa do frio que estava demais e a ventania contra. Tão logo cheguei nesse posto, troquei de meia, tênis, enchi a minha mochila de água, peguei mais uma roupa de frio e peguei o copo de macarrão saí comendo em busca da linha de chegada.
Segunda noite correndo na Praia de Cassino
A noite ia se passando e com ela ia esfriando demais, sem GPS para marcar continuei prosseguindo rumo a meta final, cheguei no final da prova e não vi ninguém da organização (No final da prova fiquei sabendo que o carro da organização saiu do ponto final para resgatar um atleta que não estava bem durante o percurso), como estava frio demais senti que se ficasse parado por ali iria ter hipotermia, para não dar mole, abri a mochila peguei duas mantas e coloquei em mim e na parte dos joelhos que estavam descoberta, rasguei uma e amarrei uma parte em cada joelho, mas a ventania era tão forte que acabou rasgando e não resolvendo nada. Tomei a decisão de retornar até o PC 4 para falar com alguém da organização, retornei tudo correndo novamente ao chegar numa parte do percurso pensando que era o PC4 mas não era e daí parei e agora? O que faço? O dia clareando resolvi retornar para o ponto final da prova novamente. Às 6:30h da manhã o Rio Grandense Márcio vinha de carro com sua esposa em minha direção o cumprimentei ele e falei do que havia acontecido, ele disse que tinha chegado no ponto final da prova e não tinha visto ninguém, perguntei para ele tem certeza? Ele respondeu que sim, falei com ele que meu GPS a bateria tinha acabado e dai ele falou que faltava uns 21 Kms para terminar a prova e segui em frente correndo devagar porque o vento contra não deixava correr direito, o Marcio retornou e foi ao meu lado dando força e me incentivando, hora corria e outrora caminhava e às 11:10h da manhã finalizei a prova em 1° Colocado Geral  na prova fechando a mesma em 41 horas e 10 minutos  muito feliz da vida e  agradecendo muito a Deus pela vitória. Dessa vez a estratégia deu tudo certo.
Completando os 230K
Obrigado meu Deus pela vitória
Resultado geral da prova Masculino  -  Categoria SOLO 230K
1° Colocado: Jorge Cerqueira - 41h 10min;
2° Colocado: João Cláudio - 47h 50min;
3° Colocado: Jacinto Rivero - 48h 10min;
4° Colocado: Carlos Zuma - 52h 25min; e
5° Colocado: Fábio Nicola - 53h 25min.
Resultado da prova Feminino - Categoria SOLO 230K
1° Colocada: Cleuza Varella - 44h 50min
Resultado da prova Masculino  - Categoria SURVIVOR 230K
1° Colocado: Antônio Augusto - 45h 30min;
2° Colocado: Éder Tsuyohsi  - 45h 50min;
3° Colocado: Matheus Moraes - 52h 40min; e
4° Colocado: Élcio Alves - 53h 58min.
Resultado da prova Feminino - Categoria SURVIVOR 230k
1° Colocada: Jussara Paschoin - 51h 05min
Resultado da prova Masculino  - Categoria MARUJOS
1° Colocado: Sérgio Chulik -  135K - 24h;
2° Colocado: Edivaldo Silva - 135K- 29h;
3° Colocado: Marcos Favieri - 135K - 29h 50seg;
4° Colocado: Hurben Borges - 45K  - 8h 35min; e
5° Colocado: Vanderley Campanharo - 36k -  6h 15min.
Resultado da prova Feminino - Categoria MARUJOS
1° Colocada: Márcia Marques -  135K - 24h;
2° Colocada: Marli Marques - 135K - 29h; e
3° Colocada: Cristiane Aparecida - 100K - 18h 45seg.
Avaliação da Prova:
Inscrição: De R$ 750 reais, a minha Equipe Elite Runners USB pagou...Obrigado...Ponto positivo;
Kit: 01 sacochila de pano grande, 1 camisa manga longa dri fit, 1 número, 4 alfinetes, 3 pulseiras para identificação das bolsas e drop bags, 1 barra de cereal e 2 sacos de amendoins...Ponto positivo;
Guarda  volumes e Drops Bags: Foram utilizados nos carros de apoio da prova, não tive qualquer problemas...Ponto positivo;
Altimetria da prova: Fácil...Ponto positivo;
Percurso: Plano, areia dura porém dificílimo, largamos em frente Chuí divisa com a fronteira do Uruguai percorremos toda a extensão da areia da praia de Cassino 230K e chegamos nos Moles da Barra do Rio Grande (Praia de Cassino) , passamos correndo por paisagens diferenciadas, navios naufragados, dunas, 4 faróis e muitas histórias que ocupam os quatro ventos e seus campos neutrais. A segurança da prova no início vi o carro da Polícia Militar e durante a prova tinha 2 policiais...Ponto positivo...Como venci a prova de ponta a ponta praticamente corri 90% da prova sozinho, sugiro que melhore esse ponto pois seria ideal que a organização colocasse uma moto ou um carro acompanhando o primeiro colocado;
Posto de hidratação: Todos os inscritos foram obrigado a correr com mochila com 3 litros de água, durante o percurso tivemos 4 postos de abastecimentos de água, sem contar que tinha os arroios e caso o atleta quisesse só pegar água e colocar clorin e usar, não precisei beber água desses arroios, mas utilizei para refrescar a cabeça...Ponto positivo;
Posto médico: A organizadora da prova é médica e para quem precisasse dentro do carro de apoio da organização tinha todo material médico para socorro médico para caso fosse necessário ser utilizado...Ponto positivo;
Banheiros: Na largada foi utilizado os banheiros do Hotel Atlântico no Chuí e durante o percurso foi utilizado a praia mesmo...Ponto positivo;
Alimentação da prova: Nos 04 postos de apoio foi servida alimentação (macarrão, peixe, sanduíches, ovo cozidos,  frutas e  biscoitos)...Ponto positivo;
Medalha de participação: A organização premiou somente os atletas que concluíram a prova com lindos medalhões grandes de metais com o desenho da Praia de Cassino, vindo também os nomes das praias, vindo inscrito Cassino Ultra Race finisher, atrás a distância da prova 230Km com o nome RS - Brasil e vindo também com uma bela fita personalizada com o desenho do Farol Chuí...Ponto positivo;
Premiação da prova: Esse ano teve 3 categorias: SOLO, SURVIVOR e MARUJO. A organização só premiou quem terminou a prova, esse ano os 05 primeiros corredores Masculinos SOLOS receberam o Troféu Chuí, no Feminino SOLO somente uma corredora terminou e recebeu o Troféu Chuí, na Categoria SURVIVOR somente 4 homens e 1 mulher terminou o percurso e receberam o troféu Albardão, já os MARUJOS somente 5 homens e 3 mulheres concluíram o percurso com menos de 230K e receberam os troféus Sarita e Verga. Como Eu e a Cleusa vencemos a na categoria geral a organização nos premiou com uma inscrição para a Carijós Expedition para o ano de 2020...Ponto positivo;
Resultado da  Prova: A organização nos mandou via pelo WhatsApp o resultado da prova...Ponto positivo; e
Prova: Dessa vez saiu tudo perfeito, sonho realizado de correr mais uma vez na maior praia do mundo que fica localizado no extremo sul do Brasil. Já é a minha terceira participação nessa prova, em 2015 não consegui terminar, em 2016 terminei em terceiro lugar geral e esse ano 2019 deu o primeiro colocado geral. Esse ano o clima judiou de nós corredores, não esquentou mas tivemos uma sensação térmica de menos 12 graus na segunda noite e por pouco quase tive hipotermia, sem contar com a tempestade com ventos fortes contra nós corredores que nos impedia de correr forte, pegamos ventos de 80 a 90 Km por hora. Correr a Cassino Ultra Race foi a melhor experiência de conhecer a natureza e a si mesmo. Foi um grande aprendizado para mim. Uma prova única nessa região no abismo horizontal do Sul do Brasil. Essa prova é casca grossa demais, o atleta tem que fazer um bom planejamento, tem que treinar muito e não somente a parte física mas também a parte mental. Venci o cansaço, as dores e a solidão, consegui completar a maior ultramaratona de praia do mundo 230 Km de areia da Cassino Ultra Race. Só quem esteve lá correndo sabe o que estou falando. Já conquistei 2 faróis da praia de Cassino faltam 2 e em 2020 estarei lá novamente e quem sabe venha o bi-campeonato;
Agradecimentos: Agradeço à Deus, pela força, coragem, determinação e saúde para seguir firmes nos meus propósitos é um privilégio divino ter condições físicas e mentais para concluir uma prova dão dura e difícil como essa...Agradeço a minha família pelo apoio...Agradeço aos meus apoiadores CEAP, ELITE RUNNERS USB, Dra. Rita Cadiz e Agradeço a todos amigos que de alguma forma ou outra estão sempre torcendo por mim, nunca estou sozinho e nem faço nada sozinho por trás sempre tem alguém. Obrigado pelo apoio, carinho, incentivo o resultado não é somente meu é nosso. Parabéns as organizadoras e staffs da prova (Maria  Vargas e Maria Mello) e parabenizo a todos que completaram essa majestosa prova, agora é só curtir esse sonho realizado.🏃‍♂️💨

10 comentários:

  1. Parabéns, Jorge Cerqueira!!!!!
    Mérito todo seu. Bonito de vê as postagens, seus comentários e apoio sempre com os outros. Você tem asas nos pés!Vc incentiva a muitos. Até a próxima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado amigo e essa vitória é de vcs também que sempre estão torcendo por mim.
      Forte abraço.

      Excluir
  2. Parabéns jorge tenho orgulho de ter um amigo como vc te acompanho a anos e vc foi meu grande incentivador..estarei sempre na torcida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vanuza e espero que um dia vc corra a Cassino Ultra Race 230K um dia. Vlw mesmo. Abs

      Excluir
  3. Foi uma honra poder colaborar um pouco com sua conquista amigo Campeão! A Equipe Passaporte Running está em festa!!! 4 dos 5 primeiros colocados solo?! Isso é pra comemorar MUITO!!!! PARABÉNS!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Professor, essa conquista não é só minha é de todos nós. Obrigado pelos ensinamentos, obrigado por tua amizade e em 2020 tem mais. Parabéns!!!
      Forte abraço.

      Excluir
  4. muito bom mesmo. foi ótimo participar dessa aventura

    ResponderExcluir

Sejam bem vindo(a)s ao meu Blog de Corridas. Participe seus comentários serão muito importantes para mim e para outros participantes interessados no mesmo tema.

Todos os comentários serão bem vindos, mas, reservo-me no direito de excluir eventuais mensagens com linguagens inadequadas ou ofensivas.

PS: Caso queira entrar em contato, me mande um e-mail para jmaratona@jmaratona.com

Obrigado,

Jorge Cerqueira
Ultramaratonista