domingo, 12 de maio de 2019

FORTMAG

O bastão portátil Fortmag é composto por três imãs e preenchido com infravermelho longo. A função dessa tecnologia inteligente é alinhar as ligações químicas e devolver o PH natural da água mineral. Com as moléculas do líquido alinhadas, as células absorvem a água por completo, resultando em células hidratadas e sadias. Além disso, o PH mais alcalino da água corrigida evita problemas pela hiperacidez no organismo de quem bebe.

Conheça melhor o aparelho Fortmag e mantenha o seu corpo bem hidratado: www.fortmag.com.br

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Certificado da Ultramaratona 48 horas do Uruguay 2019


Quando você desafia alguém

Quando você quer desafiar alguém não seja covarde cumpra o desafio que propôs a fazer, para não passar vergonha...No vídeo passa eu correndo e depois a corredora Uruguaia Carlita Daldomo.

Pois no final da Ultra de 48 horas do Uruguay faltava uns 5 Kms para chegar a 300Km e também não tinha como o segundo colocado no masculino me ultrapassar porque estava com uma larga vantagem à frente dele, decidi que quando chegasse nos 300 Kms iria parar porque eu iria vencer no masculino e já estava esgotado, só que numa dessas voltas em frente a cronometragem da prova a Uruguaia Carlita Daldomo estava conversando com um dos organizadores, perguntando quantas voltas faltava para ela me ultrapassar que gostaria de terminar em segunda colocada geral na prova e que não iria dar mole para mim não, só que ela deu mole, ela estava me esnobando e não percebeu que eu estava vindo atrás e ouvi tudo. Diante dessa atitude eu falei Carlita eu iria parar nos 300Km, mas já que você me desafiou então vamos lá, quero ver você me ganhar? Com isso não parei de correr e as voltas que dava em cima dela falava...Ué cadê a Carlita que estava me esnobando e dizendo que iria me ultrapassar? Continuei correndo até finalizar a prova e no final ela acabou sem graça e não conseguiu me ultrapassar.

Portanto quando você desafiar alguém cumpra o objetivo para não passar vergonha. #ficaadica

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Competição nº 450 - 7ª edição da 48hs Internacionales Uruguay es Ultra 2019

Distância:  306,682 Km;
Tempo: 48 horas;
Local: Pista de Atletismo Darwin Piñeirúa do Uruguay;
Colocação geral: 1°; e
Colocação faixa etária: 1°; e
Total de Corredores: Somente 14 finalizaram.


Nesse último final de semana, dias 3, 4, 5 (sexta, sábado e domingo) maio 2019, foi realizada à 7ª edição da 48 hs Internacionales Uruguay es Ultra. Esta prova também contou com às seguintes Ultramaratonas de 24 horas, 12 horas e 6 horas, prova realizada pela Associación Uruguaya de Ultramarathon.


Tomei conhecimento dessa Ultra ano passado quando os Uruguaios vieram aqui no Rio de Janeiro correr à primeira edição da Rio Ultra 24 horas nos dias 13 e 14 Outubro 2018. Entrei no site da prova e comecei a estudar a possibilidade de ir correr a minha primeira Ultramaratona Internacional no Uruguay. Pois trocado algumas mensagens de e-mails com a organização então resolvi ir lá me aventurar nessa Ultramaratona.
Embarcando para o Uruguai
Saí do Rio de Janeiro na 5ª feira passada dia 2 maio, como não consegui vôo direto para o Uruguay tive que fazer conexão em Buenos Aires e depois pegando outro vôo no outro dia para o Uruguay. Mas antes de embarcar para o Uruguay o amigo Hefer de São Paulo chegou em outro vôo para embarcar no mesmo vôo do que eu para o Uruguay o que foi bom. Quando chegamos no Uruguay fomos nos alojar na casa do amigo Uruguaio Sheiler Alejandro, onde também já se encontrava alojado o amigo Cléber de São Paulo.
Sendo recebido na casa do amigo Sheiller (muitas gracias)
Já no dia 3 maio como a prova começaria ao meio dia acordei por volta das 9 horas, tomei café da manhã e às 10 horas partimos para o local da prova, chegando lá o palco da festa já estava montado, vários corredores também já estavam lá acampados. Fui até os organizadores paguei a minha inscrição, peguei o meu kit da prova e fui armar minha barraca de camping para o apoio durante a prova.
Kit da prova
Após me aprontar registramos algumas fotos e vídeos e fiquei aguardando a prova começar, uns 20 minutos antes um dos fiscais da prova passou de barraca em barra no informando que faltava 5 minutos para o Congresso Técnico e que era para nos dirigirmos ao local. Após breve palavras dos organizadores registramos algumas fotos, desejamos boa sorte a todos e fiquei observando os atletas que poderia chegar nas pontas, mas não conhecia muitos porque era a minha primeira prova internacional, mas vi o Angelo Benites grande fera do Rio Grande do Sul e o Argentino German Cordiz. A estratégia para essa prova foi bastante ousada vencer e tentar quebrar o recorde dessa prova que é de 335 Km.
Chegando na pista Darwin Piñeirúa do Uruguai 
Aguardando à largada
Todos reunidos para um registro antes da largada
O dia estava com o céu meio nublado, fazendo um temperatura amena de uns 20 graus o que estava bom para correr, mas prefiro correr com o calor. Ao meio dia foi dada à largada, uma menina que não conheço juntamente com o Ângelo Benitez abriram a primeira volta correndo forte, eu fui mais atrás e filmando a primeira volta, depois guardei o celular e comecei a ficar concentrado para realizar uma boa prova. Após algumas voltas na pista de atletismo, percebi que o Ângelo e essa menina tinha reduzido a velocidade e já que ninguém mais queria assumir a ponta me arrisquei e ultrapassei eles e comecei a correr um pouco forte, tomando a ponta da prova. Não lembro em qual quilometragem foi, mas o Argentino German acelerou e me ultrapassando, durante o dia e a noite ele liderou a prova e eu em segundo colocado, a noite veio as dificuldades do frio intenso e das dores nas pernas, mas não deixei me abater sempre conversando com Deus e superando e amigo Sheiller Alejandro fez uma massagem nas minhas pernas o que ajudou muito. Lembro que por volta da 1 hora da manhã o German saiu da pista e foi para a barraca descansar, aproveitar para ultrapassá-lo e consegui. Às 3 horas da manhã o German retornou a correr vindo forte, como eu não parei para descansar e já estava com o corpo cansado ele conseguiu me ultrapassar novamente...putz.

Mesmo assim durante a madrugada não exitei e não desisti, missão dada, tinha que ser cumprida, amanheceu e continuava sendo o segundo colocado da prova e torcendo para que eu conseguisse ultrapassar ele novamente para trazer o título para o Brasil. Agora não lembro o horário mas no período da tarde o German saiu novamente da pista e foi para a barraca, mesmo cansado aumentei a velocidade e ultrapassei novamente ficando em primeiro colocado...ufaaa...Agora era não dar mole para caso se ele voltasse não me ultrapassar novamente como fez de madrugada, passando horas e mais horas e nada do German retornar para a pista, até que veio a segunda noite e numa das minhas ida ao banheiro passei em frente a barraca de apoio dele e perguntei? Você não vai mais correr? Ele disse que não, que já tinha desistido de correr a prova e que não iria mais retornar a correr...Cumprimentei ele e voltei a correr novamente, tornando a ser o primeiro colocado da prova, mesmo com o German fora tinha outros corredores querendo me ultrapassar, mas não dei mole, fiquei observando todos na pista.

Veio a segunda noite que foi pior do que a primeira o frio continuava intenso, chuva caindo e com muitos raios, alguns corredores com medo saíram da pista, mas eu e outros ficamos na pista correndo e pedindo a proteção de Deus e torcendo para que nada de ruim acontecesse, a parte mais interna da pista de atletismo, a raia número 1 ficou bem alagada o que dificultou a correr nela, alguns corredores preferiram correr na borda externa que estava com menos água, eu nem quis saber fui correndo do jeito que dava na raia 1 mesmo. Veio a segunda madrugada o corpo moído, mas continuava liderando a prova, acabei dando mole na madrugada onde ingeri um pouco mais de isotônico e acabou me dando ânsia de vômito, os organizadores perceberam e vieram falar comigo, eu informei que estava tudo bem que só tinha sido uma ânsia de vômito por ter tomado muito isotônico, mesmo assim fizeram questão de me levar para o posto médico para falar com a médica, eles faziam isso com todos que passavam mal na pista, mesmo eu liderando a prova na hora que fui para a tenda médica, fiquei despreocupado porque o segundo colocado estava com mais de 90 volta atrás de mim. No posto médico expliquei a doutora o que aconteceu e aproveitei para fazer uma massagem nas minhas pernas o que ajudou bastante.

Fiquei na tenda por cerca de uns 15 minutos, quando voltei a correr o corpo estava frio o que dificultou a correr e ainda mais com o frio intenso que estava fazendo. A solução foi fazer algumas voltas andando para aquecer o corpo e depois voltar a correr. Durante a madrugada percebi que a corredora Uruguaia Carlita Daldomo estava na pista correndo forte e dando voltas em todos os corredores, parei diante do monitor da tela de TV de cronometragem e conferi que a Argentina Pintener Betiana era a primeira colocada geral da prova e estava com várias voltas em cima de mim e a Uruguaia Carlita Daldomo era a segunda colocada geral na prova e eu era o terceiro colocado geral...putzz...Verifiquei quantas voltas precisava fazer para pegar a segunda e a primeira posição geral e voltei a rodar, a missão então era correr mais rápido para ultrapassar a segunda colocada e assim consegui ultrapassar a Uruguaia Carla e ficando em segundo colocado geral, depois tentei também ultrapassar a argentina, mas diante das dificuldades das dores, do frio e da chuva não deu.

Amanheceu e todos querendo que desse logo meio dia para terminar a prova...rsss...Corremos a parte da manhã toda, quando se aproximava a hora de terminar vi que não tinha como mais bater o recorde da prova e faltava uns 5 Kms para chegar a 300Km e também não tinha como o segundo colocado no masculino me ultrapassar mais porque estava com mais de 90 voltas à frente dele, decidi que quando chegasse nos 300 Kms iria parar porque eu iria vencer no masculino e já estava todo esgotado, só que numa dessas voltas em frente a cronometragem da prova a Uruguaia Carlita Daldomo estava conversando com um dos organizadores só que eles deram mole, não perceberam que eu estava vindo atrás e ouvi a conversa deles e ela me esnobando falando com um dos organizadores, olha quero tomar o lugar do Jorge para ficar em segunda colocada geral, me ajuda, daí ele falou só falta duas voltas. Daí percebi o porque dela na madrugada estava correndo tão rápido e agora no final da prova também...Fiquei furioso naquele momento e alcancei ela e disse já que você me desafiou e quer me ultrapassar, então vamos lá, pois eu iria parar quando chegasse 300Km, você me esnobou, então não vou te dar mole não, não vou parar, mesmo com o corpo todo detonado não parei e continuei correndo com todo gás dando volta e mais volta em cima dela e numa das voltas na pista gritava o Brasil não é bagunça e várias pessoas que estavam assistindo me aplaudiam, continuava passando por ela e falava ué você não me desafiou? Não vou te dar mole não, ela ficava rindo sem graça, a prova terminou e ela não conseguiu me ultrapassar e ainda gozei da cara dela dizendo quando você desafiar alguém cumpra o desafio porque o Brasil não é bagunça...Terminei a prova em 1° lugar ganhando a competição correndo em 48 horas 306,4 Km...Prova dura foi dura devido as adversidades do tempo, mas fiquei muito feliz por ter vencido a minha primeira prova internacional.
Quase terminando a prova
Ufaaa terminou...
 
No lugar mais alto do pódio...Obrigado meu Deus
 Avaliação da Prova:
Inscrição: Teve 3 lotes de acordo com as datas definidas no site da prova (1° lote US $ 5.O00 pesos, 2° lote US $ 6.500 pesos e 3° lote US $ 7.500 pesos). Para quem correu pode optar em pagar através de cartão de crédito, depósito em conta ou realizar o pagamento na hora da retirada do kit da prova. Eu paguei o 2° lote US $ 6.500 e transformando em real deu 715 reais...Achei a inscrição cara...Mas a minha Equipe Elite Runners USB financiou a inscrição...Ponto positivo;
Kit:  1 bolsa grande de papel, 1 camisa de manga dri fit, 2 números de peito de pano personalizado com o nome do atleta (1 para colocar na camiseta e outro para identificar a barraca do atleta), 4 alfinetes, 1 chip descartável, 2 panfletos, 1 saco de lixo para colocar o lixo durante a prova, 1 barra de cereal, 2 convites para alimentação...Ponto positivo;
Guarda volumes: Nesse tipo de prova não há necessidade de guarda volumes, uma vez que os atletas levam suas barracas para seus apoio;
Altimetria da prova: Leve...Ponto positivo;
Percurso da prova: O percurso da prova foi na pista de atletismo oficial Darwin Piñeirúa do Uruguai com a extensão de 400 metros e piso de borracha...Ponto positivo;
Posto de hidratação: A organização disponibilizou um posto de hidratação no local da prova com água natural em copos abertos, água com gás em copos abertos, refrigerantes (coca-cola e sprit), isotônicos durante 48 horas...Ponto positivo;
Alimentação da prova: A organização disponibilizou várias frutas (bananas, laranjas, tangerinas). biscoitos doces, batatas, doces, queijos, doces de bananada. No primeiro dia serviu o jantar em pratos pequenos às 21:30h (arroz com carne moída e uns pequenos grãos), serviu café, chocolate, sopa, pizzas, pãozinhos, diversos tipos de balas e inclusive na mesa tinha álcool em gel...E muitas mais coisas que agora não lembro...Ponto positivo;
Posto médico: A organização disponibilizou uma tenda médica com médica e fisioterapeuta para realização de massagens e quando uns dos fiscais da organização via alguém passando mal na pista os levavam para o médico...Ponto positivo;
Banheiros: A organização colocou no percurso da prova 2 banheiros químicos com papel higiênico e também podemos usar os banheiros da pista de atletismo e podendo tomar banho com água quente. Ainda falando dos banheiros químicos a organização durante 48 horas limparam os dois banheiros químicos e em nenhum momento ficaram sujos com odores...Ponto positivo;
Medalha de participação: Todos os corredores que cruzaram a linha de chegada de forma legal receberam um lindo medalhão redondo de metal, medindo 10 cm x 10 cm, na frente vindo o nome da prova, a distância 48 horas, data da realização da prova, o desenho da pista da prova, desenho de um corredor, atrás vindo o nome da Confederação Atlética do Uruguai, o selo da IAU e vindo com a fita azul e escrito 48 horas, IAU e Uruguay Natural...Ponto positivo;
Premiação da prova: A organização premiou os 3° primeiros colocados no geral masculino e feminino com lindos troféus grandes medindo 64 cm de altura com a base de madeira e o restante de alumínio. O troféu tem um formato de uma taça e em cima tem 3 corredores correndo...Ponto positivo;
Premiação das Faixas etárias: A organização me surpreendeu, também recebi prêmio na minha faixa etária em primeiro colocado, lá quem ganha na geral, também concorre nas faixas etárias. Rebebi um pequeno troféu dourado. Além disso premiou os 3 primeiros colocados das faixas etárias do masculino e feminino das 48 horas e 24 horas...Ponto positivo;
Premiação extra da prova: Todos os corredores receberam um pequeno disco de madeira com o nosso nome personalizado no disco e nome da prova...Ponto positivo;
Resultado da prova: A prova foi cronometrada pela www.justime.com.ar durante às 48 horas divulgou de 1 em 1 hora à parcial da prova em um mural para que os corredores pudessem consultar. Foi colocado dois tapetes de chips e faltando uns 2 metros para passarmos no primeiro chip, as antenas captava o sinal do chip, apitava e marcava a volta e mais alguns centímetros à frente tinha outro tapete marcando e automaticamente aparecia o nosso resultado na tela de TV para consultarmos as nossas voltas. Também a cronometragem divulgava via internet o resultado das parcias. Excelente empresa de cronometragem...Ponto positivo;
Prova: Foi a minha primeira prova internacional e posso dizer que tirando a temperatura que fez com muita chuva, frio e raios...foi show e quem ainda não foi correr essa prova recomendo ir lá testar seus limites. A prova foi organizada pela Associación Uruguaya de Ultramarathon, uma excelente equipe de organizadores e atenciosos com todos. Parabenizo a toda equipe pelo sucesso dessa ultra. Ninguém chega a lugar nenhum sem a ajuda de ninguém depois de Deus, quero deixar registrado aqui o meu muito obrigado para o amigo Uruguaio Sheiler Alejandro que sem conhecer Eu, Cleber e Hefer nos hospedou em sua residência e durante todo o evento ficou nos apoiando de Staff...Muito obrigado amigo, também parabenizo a todos os amigos que corredores essa bela prova.
Nos vemos na próxima linha de largada.🏃🏃🏃