domingo, 20 de setembro de 2020

Memórias de um Ciclista/Corredor - Parte 15

130  Corredores sobem a Serra do Rio da Prata
Nesse domingo dia 20 setembro 2020 foi realizado o Treinão no bairro Rio da Prata em Campo Grande, zona oeste Rio de Janeiro. Esse bairro é cercado de belezas naturais, com diversos sítios, plantações, cachoeiras, trilhas, salões de festas, bares e restaurantes.

Dessa vez marquei com o amigo Casini para irmos pedalando, fazendo um treino longo de duatlon. Marquei com o Casini para sairmos de Marechal Hermes às 5:30h da manhã, para chegarmos no local do treino com folga, mas o Casini acabou se atrasando uns 10 minutos. O dia estava nublado com a temperatura muito boa para pedalar, mas com previsão da meteorologia de chuva. Saímos de Marechal Hermes pedalando às 5:41 horas da manhã, fomos pedalando bem forte para tentar chegar na hora da largada do treino, passamos por alguns bairros até chegar no local do treino, como Campo Grande é uma grande área que a cada dia vem crescendo muito ao lado do local que começou o treino estava rolando uma RAVE com o bar lotado de pessoas. Cumprimos a primeira parte do treino chegando no Rio da Prata com 25,5 Km em 1 hora 00 minutos.

Me preparei para a segunda parte do treino do dia, dessa vez a corrida, onde iríamos subir e descer indo e voltando a Serra do Rio da Prata. Mas antes da largada o amigo Bira reuniu todos os corredores no campo e registrou algumas fotos. E às 7:19 horas da manhã foi dada à largada do treinão. Esse bairro eu conheço muito bem, onde já corri várias vezes nesse percurso sendo treinando ou competindo várias vezes no Circuito Cross Country de Campo Grande, essa prova era organizada pelo amigo xará Jorge Durães. Após o começo do treino cada um foi correndo no seu pace. Corremos por cerca de uns 600 metros no plano do asfalto, após isso começou uma terrível subida bem íngreme de quase 2 km, onde vários corredores iam correndo devagar, já outros iriam subindo caminhando. Tinha hora que eu alternava subindo correndo e caminhando porque estava registrando fotos e vídeos da galera. Após ter vencido a subida, saímos do asfalto e começamos a correr na terra batida, onde resolvi desligar o celular para concentrar mais no treino, corremos por uma parte plana lá em cima e após ter passado por alguns tobogãs, começamos a descer, resolvi descer rápido para tirar o atraso da subida, fui ultrapassando alguns corredores que começaram a descer correndo devagar, corremos até o local que deveríamos correr para retornar tudo novamente, mas quando cheguei no retorno, olhei o GPS marcando 9,11 Km e na hora decidi esticar mais um pouco do treino em vez de correr 20 Kms resolvi correr 30 Km, peguei a estrada da ilha no asfalto para correr mais 6 Kms. Fui correndo até um certo ponto para marcar os 15 Km no GPS, me lembro que fui correndo até um acesso para Campo Grande. Retornei e até chegar no local que dá acesso ao Rio da Prata, depois de ter corrido uns 2 Kms na terra batida,  passei por 3 corredoras e 1 corredor que estava caminhando. Após o plano começou a subida, fui subindo e quando bateu 25 Km no GPS apareceu uma fonte dágua, nesse momento começou a chover, parei rapidamente para hidratar e logo em seguida comecei a correr novamente, até chegar no topo da serra...ufaaa...Desci e encontrei alguns corredores, cumprimentei todos e desci, finalizando o treino de 30 Km em 3horas 16minutos.

Como fui o único a fazer 30 Kms quando cheguei na praça, vi que vários corredores já tinha ido embora. E não deu para assistir a entrega da placa de homenagem a esposa do saudoso Zim. Pois o Zim em 2014 fizeste também um bom treino com a galera nesse mesmo local.

Após o treino de corrida, troquei de roupa imediatamente despedi dos poucos corredores que ainda restavam lá, montei na minha bike e fui cumprir a terceira parte do treino que era pedalar até em casa. Finalizei o pedal com 25,05 Km em 1 hora 18 minutos.

Totalizando o longão desse final de semana bateu 81,65 Km, foi muito bom fazer esse tipo de treino. Acima segue o vídeo do treino.

Parabenizo a todos os corredores que correram o Treinão no Rio da Prata. Principalmente os amigos Bira e Zekka que  organizaram esse evento e não esmoreceram trabalhando para que tudo desse certo. 🚴🏃‍♂️🏃‍♀️💨🥇🇧🇷

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Memória de um Ciclista - Parte 14

Quarta-feira, dia 9 setembro 2020

Ontem foi dia de pedalar com os amigos da Equipe Ubuntu no pedal noturno. O amigo Amendoim.Azeitona (Marcelo Campos), convidou eu e o amigo Casini para fazer um pedal noturno com a equipe, já o amigo Casini não quis ir, ficou de preguiça...kkk...Fui de casa pedalando até a casa do Amendoim em Irajá, chegando lá com quase 9 kms. Partirmos para o bairro Braz de Pina para encontrar com os restantes dos amigos onde é o ponto de encontro onde tem uma loja de bikes M. Siqueira da qual eu já comprei e fiz reparos na minha bike e recomendo aos cilcistas. Chegamos lá por volta das 19 horas e já havia uns 30 ciclistas entre homens e mulheres. Chegando lá o amigo Amendoim apresentou alguns amigos e logo em seguida um outro amigo ciclista foi distribuindo para cada ciclistas duas barras de cereais, que bom. Por volta das 19:10 horas os ciclistas se reuniram para um registro de umas fotos todos juntos (ver foto acima) e logo partimos rumo ao Museu do Amanhã localizado na Pça Mauá

Fomos pedalando por vários bairros do Rio tomando a devida atenção, durante todo o trajeto, para não haver nenhum acidente. Não dá para lembrar todos os bairros que passamos porque não estou acostumado a pedalar por aqueles bairros bairros, mas lembro que passamos por Braz de Pina, Vila da Penha, Bonsucesso, uma pequena parte da Linha Amarela, Av. Brasil, Rodoviária Novo Rio, Cais do Porto e finalmente chegamos no Museu do Amanhã. Chegamos no Museu do Amanhã com 30 Kms. Não deu para juntar toda a turma e registrar uma foto na frente do museu porque o mesmo estava com as luzes apagadas mas atrás dele tinha uma luz ao longe que cada um foi tirando suas próprias fotos.

Ficamos por cerca de uns 20 minutos no Museu do Amanhã e retornamos tudo novamente, pegando uma boa parte da Av. Brasil, entramos na Linha Amarela tão logo pegamos essa via mas a frente saímos dela e lembro que pegamos o percurso do BRT como já era quase 22 horas da noite, fomos pedalando pelo caminho do BRT visto que nessa hora as ruas são desertas. Ao passarmos por várias pontos dos BRT presenciei que vários pontos de BRT estavam quebrados e abandonados servindo de moradia para mendigos e o dinheiro do povo jogado no lixo...Lamentável...Ao chegarmos no bairro Vicente de Carvalho eu e o amendoim separamos da turma, porque a turma iria para o outro lado em Braz de Pina e como já estava ficando tarde preferimos ir por outra via. Eu e o Amendoim aproveitamos que as ruas estava deserta e pedalamos bem forte. Ao chegar no bairro de Vaz Lobo foi a vez de nos desperdirmos  um do outro eu segui para Marechal Hermes e o Amendoim para Irajá. Finalizei o pedal noturno com 60,85 Km.
Segue algumas fotos do pedal noturno
Obrigado Amendoim pelo convite e parabenizo todos da Equipe UBUNTU foi muito bom conhecer todos vocês e pedalarmos juntos, espero que pedalarmos mais vezes.🚴🚴🚴💨🇧🇷

domingo, 6 de setembro de 2020

Memória de um Ciclista - Parte 13

Domingo, dia 6 setembro 2020

Final de semana não teve corrida mas teve pedal. Além de amar correr, amo também pedalar e já fazia um bom tempo que Equipe Ultraciclistas (Eu, Casini, Marcelo e Samuel) já não pedalávamos juntos e hoje pela parte da manhã fizemos um pedal longo. Vale relembrar que essa equipe tem 4 ciclistas, porém o pedal de hoje só foi nós 3 porque o amigo Samuel atualmente está morando em Natal. Você tá fazendo falta amigo volte para o Rio aqui é o seu lugar...hehehe.

Como eu e o Casini moramos em Marechal Hermes e o Marcelo mora em Irajá marcamos de nos encontrar em Campinho às 6 horas da manhã. O dia amanheceu meio nublado, mas o sol veio logo em seguida, mas não esquentou muito não. Nos encontramos com o Marcelo, registramos uma foto juntos e partirmos para o Recreio.

Passamos pelos bairros de Pça Seca, Mato Alto, Tanque, Taquara, Merck, Cidade de Deus, Barra da Tijuca, Reserva do Recreio, Recreio dos Bandeirantes  e fomos até a subida da Prainha chegando lá com 39 Kms, fizemos uns registros lá e antes de retornarmos o Casini resolveu parar depois da Prainha para comermos um delicioso pastel com calda de cana, tão logo comemos, retornamos ao pedal novamente, dessa vez em vez de retornar tudo pelo Recreio e Barra da Tijuca, retornamos pela Av. das Américas, fazemos uma breve parada na Av. dos Bandeirantes para comprar água e prosseguimos em frente pedalando, fomos até madureira onde nos despedimos do amigo Marcelo onde o mesmo prosseguiu para Irajá e eu e o Casini prosseguimos para Marechal Hermes finalizando o pedal de hoje com 70,4 Km.
Algumas fotos do pedal
Valeu Casini e Marcelo vamos manter essa chama viva de continuarmos pedalando juntos. Parabéns. 🚴🚴🚴💨🇧🇷 

terça-feira, 1 de setembro de 2020

Memória de um Corredor - Parte 12

Treino  na Serra do Mendanha - Parte 2
Domingo, dia 30 agosto 2020

Então como já tinha corrido o longão na Serra do Mendanha com os amigos, por volta das 6:40h da manhã me despedi dos amigos que correram 100 Km e fui em direção a Pça da Bica do Mendanha para encontrar com os amigos do outro treino.  Apesar do amigo Bira ter marcado para à largada do treino ser às 7:30h da manhã, já às 6:30h da manhã já tinha vários corredores que não quiseram esperar à largada que o Bira tinha marcado e resolveram largarem mais cedo e na hora que ia para a Praça os Corredores me viam me paravam a todo momento para registrar fotos comigo e me dando parabéns pelo feito de ter corrido os 100 Km. Fiquei preocupado em não dar tempo de chegar a praça para guardar a minha bolsa. Mas quando cheguei na Pça guardei rapidamente a minha bolsa no carro do amigo Casini (obrigado). E logo em seguida tive a grata surpresa de conhecer a amiga Hulka nos cumprimentamos (adorei te conhecer), depois de alguns minutos o Bira convocou os corredores que ainda esperava na praça para à largada, registramos uma foto e às 7:30h da manhã foi dada à largada de mais um treino no Mendanha. 

A Hulka foi me acompanhando correndo ao meu lado, mas como já estava bem cansado de correr os 100 Km eu comentei com ela que era melhor ela seguir em frente para não atrapalhar o treino dela, porque eu iria subir devagar correndo devido o cansaço do dia anterior, mesmo assim ela correu ao meu lado por cerca de uns 3 Kms e após ela seguiu em frente, durante o percurso os amigos registravam algumas fotos comigo e foi ajudando porque estava esgotado. Tão logo cheguei lá em cima bati no portão e mais amigos vieram até a mim pedindo para registrar fotos e me dando parabéns pelos 100 Km, logo após isso sentei um pouco para descansar porque estava esgotado demais. Depois de alguns minutos lá em cima, desci novamente correndo, onde finalizei o treino na Pça do Mendanha. Que final de semana incrível que tive ao lado dos amigos queridos, fiquei muito impressionado com a quantidade de corredores que me procuravam para tirar fotos e me cumprimentando, parecia que era até um ator famoso...hehehe...E em vez de ter corrido 100Km, acabei correndo 117 Km. Segundo o amigo Bira ele falou que dessa vez batemos o recorde de corredores, foram 150 corredores na Serra do Medanha...Showw!!!
Amiga Hulka. Adorei te conhecer
Lá em cima com uma parte dos Corredores
    Valeu Casini, Sérgio, Bira. Marcos e amigos

Parabenizo a todos Corredores que tiveram nesse de 18 Km na Serra do Mendanha foi muito bom correr com vocês. Parabéns.. E lembre-se o treino jamais deve parar.🏃‍♂️🏃‍♀️💨🥇🇧🇷

Corrida nº 473 - Ultra Desafio Serra do Mendanha 100 Km

Que final de semana incrível que vivi correndo com os amigos nesse final de semana. Na manhã do Sábado dia 29 agosto 2020 a Equipe Ultra Brutus realizou o primeiro Ultra desafio de 100 Km na Serra do Mendanha, isso mesmo subimos e descemos várias vezes até completar 100 Km, ninguém tinha realizado esse desafio ainda e nós entramos para a história mais uma vez, aliás nessa equipe só tem malucos que gosta de sofrer correndo percursos longos e difíceis. Em Janeiro deste ano corremos os 150 Km em Miguel Pereira, em julho eu não pude correr mas  os outros dessa equipe correram 235 Km novamente em Miguel Pereira e dessa vez os 100 Kms na Serra do Mendanha. Fizemos o convite para inúmeras pessoas, mas só 16 pessoas compareceram (Eu, Agilson, Bretas, Cirilo, Colli, Débora, Igor, João, Luciano, Mário, Marcelo, Rodrigo,  Renato, Roberto,  Ygor e Wallace).

A manhã de sábado amanheceu com o dia lindo fazendo aquele sol, chegamos no local do evento meia hora antes, fizemos o apronto e ficou decidido que iriamos largar na Pça do Mendanha e subiríamos até as torres, mas não iriamos descer até a praça novamente e sim até a entrada que dá acesso as tores do mendanha, foram um total de 8 voltas, subindo e descendo. O desafio começou às 7:30 horas em frente a Pça da Bica do Mendanha fui correndo filmando a galera durante o percurso. Alguns subiram correndo forte, outros moderados e outros mais lentos eu fui subindo moderadamente porque correr 100 Kms subindo e descendo não é nada fácil. A primeira chegada minha lá em cima nas torres fiz com 1 hora e 13 minutos, fizemos um registro rápido lá em cima e descemos novamente, cada um com seu pace.

Após realizar a terceira volta já com 45,5 Km paramos às 14:30h para almoçarmos, no início na parte de baixo onde estava os carros como ponto de apoio. Às 15 horas retornamos a correr subindo no percurso.
 Fechei a quarta volta com 61,1Km já anoitecendo e hora de equipar com a lanterna de cabeça;
-  Por volta das 21 horas fechei a quinta volta com 70 km;
- A sexta volta fechei com 87 Km com e a bateria do GPS acabou; e
- E a última volta completei os 100 Km às 2h 40min da manhã do domingo dia 30 setembro 2020.

Recebemos nossas medalhas e como no domingo também tinha um outro treino menor no Mendanha marcado pelo amigo Bira e como já estava no local e tinha recebido o convite de treinar com a galera resolvi ficar por lá aguardando, mas isso é papo para outro post aqui no blog.

Parabenizo a todos que tiveram nesse Ultradesafio de 100 Km nós fizemos história e também parabenizo os amigos que correram 18 Km na Serra do Mendanha foi muito bom correr com vocês.  E muito obrigado Capitulino por nos apoiar no evento, você é demais...🏃‍♂️🏃‍♀️💨🥇🇧🇷

Obs:  Segue  o vídeo acima do Ultradesafio Serra do Mendanha 100 Km.

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Certificado A Muralha Up And Down Marathon 2020

 

Chegou hoje...Corro essa prova desde a primeira edição (2016), mas por conta dessa pandemia, esse ano foi virtual e não tinha como ficar de fora não é mesmo.⛰️🏃🏾‍♂️🇧🇷