quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Campeão do Desafio da Equipe Turma da Paz 2020

O ano de 2020 foi um ano que muitas coisas mudaram em nossas vidas. Essa pandemia global nos fez cancelar muitos sonhos, muitos projetos foram adiados e deixamos de conquistar muitas coisas. As corridas no mundo todo foram afetadas. Mais muitos tiveram fé, perseverança e não desistiram, lutaram bravamente. 2020 vai ser um ano que vai ser difícil de esquecer.

Mas vamos falar de coisas boas, já que as corridas foram afetadas, muitas corridas virtuais surgiram no calendário, por um lado foi bom porque não deixamos de realizar os nossos treinos e nos mantemos ativos. Eu fui um deles que não deixei de correr. A Equipe Turma da Paz daqui do Rio de Janeiro cujos os diretores são: Carlos, Dani e Hugo. Todos os anos a Equipe Turma da Paz viaja para correr a famosa corrida de São Silvestre em São Paulo, mas por conta dessa pandemia não teve esse ano e para não deixar os amigos sem correr a São Silvestre, nesse mês de dezembro, eles montaram um mega desafio para não deixar a turma parada. Quem corresse mais em quilometragem e mais dias seriam premiados com troféus.

A convite do amigo Carlos participei desse desafio, para mim foi uma honra porque me fez treinar mais ainda para a próxima ultra do ano que vem 2021, não pensem que esse desafio foi moleza, porque não foi não, os outros amigos correram muito também. O desafio foi realizado de 1 a 31 de dezembro. E hoje último dia do ano a Equipe se encontrou em frente ao Museu do Amanhã no Centro do Rio para a premiação dos ganhadores e logo após foi realizado um treino de 15 Km em referência a São Silvestre.

Já eu saí de casa às 5 horas da manhã indo correndo até lá no encontro, decidi correr 31 Km em referência ao último dia do ano e também em homenagem ao meu pai que se foi nesse mesma data, por causa de um acidente de trabalho há mais de 4o anos atrás que Deus o tenha. O dia amanheceu com o tempo bom e iria fazer muito sol e calor, já às 7 horas da manhã o astro rei já estava esquentando o Rio de Janeiro. Fui correndo e passando por vários bairros do Rio de Janeiro, ao passar pelo Méier encontrei com o amigo Cirilo correndo e ao passar por São Cristóvão encontrei com o amigo Marcone treinando também nos cumprimentamos e cada um seguiu no seu percurso.
Passando pelo Maracanã.
Cheguei no local de encontro por volta das 7:35 horas da manhã e os amigos já estavam lá, sendo premiados e se aquecendo para o treino. Eu fui o Campeão Geral no masculino correndo no mês de Dezembro 880,2 Km e a Jaqueline ganhou no geral no feminino correndo 420,14 Km e recebemos os nossos lindos troféus.
Parabéns Jorge e Jaqueline os Campeões
Por volta das 8 horas da manhã iniciou-se o treino, passamos pela Praça XV, III COMAR, Aeroporto Santos Dumont e e Aterro do Flamengo, como já tinha percorrido 23 km vindo de casa, só restava correr 8 Kms para completar 31 Kms, fui correndo devagar com os amigos e tirando fotos dos mesmos. Quando cheguei atrás do Monumento dos Pracinhas o GPS marcou 28 Kms, falei com os amigos que iria retornar para o Museu do Amanhã que só iria completar 31 Km. Alguns amigos foram com o Carlos até Botafogo e depois retornaram completando 15 Km, já outros fizeram uma distância menor. Retornei para o local de encontro finalizando o treino com 31 Km com o tempo total de 2 horas 56 minutos e 44 minutos.
Obrigado Carlos
E iniciou o treino
Correndo pela Praça XV
Correndo pelo Aterro do Flamengo
Muito obrigado pela conquista meu Deus!!!
Independente de quilometragem percorrida, gostaria de parabenizar a todos os corredores que correram esse desafio e se superaram, vocês deram show. Agradeço ao Carlos pelo convite, adorei participar desse desafio e que venham outros. Que em 2021 as coisas melhorem, possamos estar com muita saúde e juntos para corrermos milhares  e milhares de quilômetros. Um bom ano novo para todos amigos, sempre com muita esperança. 🏃‍♂️🏃‍♀️🏃‍♂️💨🇧🇷

quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Memórias de um Corredor - Parte 27

Nesse domingo, dia 29 dezembro 2020, mais uma vez o treino longo foi com os amigos da Passaporte Running e dessa vez deu tudo certo...Graças à Deus.

Estava engasgado com o último treino de domingo, para quem leu o relato anterior aqui no Blog, sabe muito bem do que estou falando. Dessa vez participaram do treino longo, Eu, Zuma, Hulka, Marcos e o Caio que veio diretamente de São Paulo para participar do treino conosco.

O dia amanheceu nublado, mas depois no final do treino o sol apareceu e esquentou a beça. Conforme o treino do último dia 27 o Zuma iniciou o treino com os corredores no Quebra Mar da Barra da Tijuca às 5 horas da manhã para fazer um longão de 50 Km, já eu saí de casa correndo para encontrar com eles no Posto 10 da Praia do Recreio dos Bandeirantes.
Início do treino, saindo de casa às 5 horas da manhã.
Quando cheguei no Km 23 próximo da Praia do Recreio, liguei para o Zuma para saber onde eles estavam? Ele me respondeu que já estava no Posto 10 há uns 10 minutos me aguardando...Putz...Falei para eles prosseguirem no treino que só faltavam uns 3 Kms para chegar no Posto 10 e que iria encontrar com eles mais a frente. Comecei a correr rápido para tentar alcançar eles. Cheguei no Posto 10 com 26,3 Km, a água da mochila tinha acabado, poderia ter comprado água nos quiosques da praia, mas como já estava chegando próximo dos amigos e da fonte dágua na Prainha, resolvi não comprar á agua no quiosque. Depois da Praia da Macumba passei pela amiga ultra Ana Luiza que estava treinando sozinha, cumprimentei ela e cada um prossegui no seu treino. Encontrei com os amigos na entrada da subida da Prainha, nos cumprimentamos e começamos a subir correndo pelo asfalto.
Chegando no Posto 10 da Praia do Recreio
Encontrando com os amigos no Recreio (Hulka. Caio, Zuma, Marcos e Paulo)
Fizemos uma breve parada na fonte dágua, abastecemos e prosseguimos rumo ao objetivo, passamos pela Prainha, Grumari e finalmente entramos na trilha que nos leva para as praias selvagens. Como a galera estava descendo devagar aproveitei para correr um pouco forte e decidi aguardar eles lá embaixo na praia, depois de alguns minutos eles saíram da trilha e o Zuma falou que o Caio tinha torcido o pé...putz...mas graças a Deus não foi nada grave...ainda bem...Como não dá para correr rápido nessas praias selvagens devido as trilhas, fomos atravessando algumas partes caminhando até chegar em Barra de Guaratiba.
Passando pela Praia Prainha
Passando pela praia de Grumari
Entrada da Trilha de Grumari
Praias Selvagens
Nas trilhas das praias selvagens
Os guardiões das Praias Selvagens. Parabéns D. Cláudia e Cosme pelo reflorestamento e limpeza
Descemos a trilha em Barra de Guaratiba e paramos num bar para comprar água. Nos hidratamos e prosseguimos caminhando um pouco até o amigo Paulo aparecer de carro, devido o horário  a turma decidiu ir de carro até o posto 10 e acabar o treino por lá mesmo, como já estava ali, informei a todos que iria continuar correndo, nos despedimos e continuei correndo pelo asfalto, cheguei na base da Serra do Roncador, essa estrada de asfalto é sinistra, muito íngreme, mas fui subindo alternando com corrida e caminhada até chegar no topo dela, registrei umas fotos e prossegui morro abaixo, passei novamente por Grumari e quando cheguei na fonte da Prainha o GPS estava marcando 51 Km, decidi continuar o treino para finalizar com 60 Km, corri mais 4,5 Km pela Estrada do Pontal e retornei, na volta quando cheguei no Posto 12 o GPS marcava 61 Km, decidi finalizar o longão no Posto 10 da Praia do Recreio. Finalizando o longão com 62,27 Km. Feliz da vida por ter dado tudo certo!
Chegando em Barra de Guaratiba
Serra do Roncador
Praia de Grumari
Finalizando o longão na no Posto 10
Dessa vez o longão foi perfeito saiu como eu queria. Hulka, Zuma, Caio e Marcos foi muito bom estar com vocês nesse treino, Caio muito bom te conhecer, volte mais vezes ao Rio de Janeiro. Parabéns a todos.⛰️🏃🏾‍♂️💨🇧🇷

OBS: A você que chegou até aqui agradeço pela visita volte sempre, mas antes de sair deixe seu comentário do que achou, pois isso  ajuda muito a valorizar o conteúdo do Blog!!!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Memórias de um Corredor - Parte 26

Nesse final de semana, domingo dia 27 dezembro 2020, foi dia de longão com os amigos da Passaporte Running. O técnico Carlos Zuma marcou com os corredores no Quebra Mar da Barra da Tijuca para fazer um longão de 50 Km, já eu preferir sair de casa (Marechal Hermes) correndo e encontrar com eles lá no Posto 10 da Praia do Recreio,

A noite anterior choveu bastante, mas o domingo amanheceu todo nublado e não estava chovendo, o clima estava muito bom para correr. Saí de casa correndo às 5:00h da manhã, quando cheguei no Catonho começou a chover, passei correndo por alguns bairros de Jacarepaguá, quando estava chegando próximo do Recreio dos Bandeirantes lá pelo Km 20, o corpo começou a não reagir como deveria...putz...que droga. Às vezes planejamos algo e não dá certo, o que devemos fazer quando acontece algo inesperado??? Devemos estar com a nossa mente preparada, já que o plano A não deu certo parti para o plano B. Comecei alternar corrida com caminhada, quando cheguei debaixo de um viaduto no Km 23, peguei no celular e liguei para o Zuma e daí ele me falou que eles estavam indo devagar e estavam na Prainha que dava tempo de eu alcançar eles no percurso. Na realidade o que aconteceu foi que no dia anterior dei mole, corri 15 km na parte da manhã e depois peguei a bike e fui até a casa da minha mãe, indo e retornando deu 41 Km, mais tarde ainda tive que sair com a família, já que não vivo somente de corrida e acabei chegando tarde em casa, não dando tempo para descansar como deveria ter feito aí já viu né.

Quando cheguei no Km 26 passei pelo o amigo Alexander Amorim correndo, nos falamos rapidamente e cada um prosseguiu no seu percurso. Mais a frente finalmente cheguei no Posto 10 em frente a Praia do Recreio, no GPS marcando 26 Km, registrei uma foto nesse posto e já ia prosseguir correndo, foi quando o amigo Jesus e Santos passaram por mim correndo. Quando passei pelo Posto 12 o mar estava lotado de surfistas, nunca vi essa praia tão lotada, assim de pessoas surfando, mais a frente passou correndo a amiga Paty Peixoto nos falamos, atrás da Praia da Macumba passa amiga Maria Cecília com suas amigas caminhando. Quando cheguei na Prainha, parei na fonte dágua para encher a minha bolsa de hidratação, quando estava indo para Grumari, eis que encontro o amigo Ultra Paulo...Eita hoje foi o dia de encontrar os amigos...kkk.

Após subir e descer cheguei na Praia de Grumari, corri toda extensão dela e cheguei na entrada da trilha que dá para às praias selvagens, fui alternando correndo e caminhando, tanto morro acima, como descendo nessa trilha não tinha como descer correndo rápido por causa das pedras com limos e por causa da chuva que estava muito escorregadia. Sem contar que nessa trilha tinha muitos mosquitos.

Quando cheguei na primeira Praia Selvagem (37 Km) registrei algumas fotos e vídeo, corri na areia e subi na trilha com todo cuidado, quando cheguei na Praia do Meio quando ia registrar umas cenas correndo na areia, eis que o celular apagou, estranhei porque dessa vez não estava gravando vídeos, somente fotos. Bom como começou a chuviscar e que não queria estragar o celular novo, guardei o celular na mochila e prossegui. Finalmente cheguei em Barra de Guaratiba com (41,5 Km), dei uma parada rápida comprei água para repor na mochila, durante o percurso fui correndo em direção a volta do leão, cheguei lá com 51 Km.

Comecei a subir, uns 2 kms e descida a mesma coisa, quando cheguei no topo dessa subida (53 Km) ao lado do poste de luz, avistei uma bola de ferro, nunca tinha visto uma bola de ferro tão grande assim, aproveitei e peguei ela para mim, o ruim foi correr com essa bola um pouco pesada, fui fazendo musculação...rss, falar em bola quando passei por algumas pessoas elas ficaram de boca aberta, vendo eu correndo com aquela bola...Ainda falando dessa bola, ao passar por um sinal de trânsito em frente ao condomínio Barra Bali tinha um casal de chilenos fazendo malabarismo com bolas, daí falei com ele fazer malabarismo com bola de vôlei é mole, quero ver fazer com essa bola de ferro, o cara pegou a bola de ferro na mão e não acreditou e disse que não conseguia, mas que fazia malabarismo com os facões...kkkkk

Quando desci da volta do Leão e cheguei na Av. das Américas com 55 Km, apareceu a primeira estação de BRT, com raiva de não ter conseguido mais cedo render no treino, decidi que iria correndo até o BRT da Alvorada, fui contando as estações do BRT...1, 2, 3...Contei umas 25 estações de BRT, ao longo do percurso da Av. das Américas várias estações quebradas e desativadas, lamentável o dinheiro do povo indo para o lixo, também uma cena que me impressionou muito foi que durante a extensão da Av. das Américas tem inúmeras farmácias, fui até contando mais depois desisti...kkk....Com certeza ter uma farmácia hoje em dia está dando muito dinheiro...Enfim cheguei no final do percurso no terminal Alvorada da Barra da Tijuca com 72,56 Km percorridos...Ufaaa.
Início do treino, saindo de casa
Chegando no Posto 10
Encontrando com alguns amigos Jesus e Santos  no Recreio
Encontrando com amiga Maria Cecília e amigas no Recreio
Passando  pelo Posto 12

Prainha
Chegando na Praia de Grumari
Chegando nas Trilhas de Grumari
Nas Praias Selvagens
Uma foto dos amigos da Passaporte Running, pena que não deu para ir com vocês. Parabéns
O treino foi doído, não era o que esperava, mas depois de realizado dei graças à Deus, isso foi até bom ter acontecido, porque vi que estou com a mente e o corpo preparado para os desafios.⛰️🏃🏾‍♂️💨🇧🇷

OBS: A você que chegou até aqui agradeço pela visita volte sempre, mas antes de sair deixe seu comentário do que achou, pois isso  ajuda muito a valorizar o conteúdo do Blog!!!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Memórias de um Corredor - Parte 25

Quinta-feira, dia 24 dezembro 2020, véspera de Natal foi dia de acordar bem cedo, para subir correndo até o Cristo Redentor com os amigos.

Todos os anos nessa data tem a Corrida de Confraternização do Cristo Redentor realizada pelo Cel Rabelo, onde vários corredores participam da mesma, mas por conta dessa pandemia esse ano não houve, então para não deixar passar em branco e para comemorar o aniversário da amiga Dani da Equipe Turma da Paz resolvemos subir.

O Cristo Redentor maior símbolo do pais, foi inaugurado em 12 outubro 1931, localizado no topo do morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar. O percurso é cercado pelo verde da maior floresta urbana do mundo do Parque Nacional da Floresta da Tijuca. Com vista para a maior parte da Cidade do Rio de Janeiro, no ano de 2007 foi eleito uma das sete maravilhas do mundo. o Cristo sobressai em nossa paisagem, marco maior da unidade de conservação e imponente nos céus do Rio de Janeiro, com seus braços abertos a nos saudar e proteger e é visitado por milhares de turistas o ano inteiro.

Eu, Dani, Carlos, Bruno e Brito nos encontramos em frente ao Batalhão de Choque da PM ao lado do Sambódromo e o treino iniciou às 6:30 horas da manhã, a temperatura estava bem agradável para correr, estava um pouco chuvoso, iniciamos correndo devagar, fomos subindo e fui registrando algumas fotos no percurso, corremos juntos por cerca de quase 3 kms, ao chegar no plano lá em cima da Rua Santa Teresa comecei a aumentar o ritmo correndo forte, mas depois dos 5 Kms decidi esperar um pouco os amigos chegarem para registrar algumas fotos deles, registrei e comecei a subir forte novamente, foi quando o Celão vinha descendo correndo bem rápido juntamente com seu cachorro, como ele estava descendo forte não deu tempo pegar o celular na mochila para registrar uma foto, mas nos cumprimentamos rapidamente, um pouco mais acima vinha descendo também os amigos Joel, José e mais dois corredores, registrei uma foto nossa  e voltei ao treino.

Cheguei em frente ao antigo Hotel Paineiras o GPS marcando quase 9 kms,  fiquei aguardando os amigos chegarem, após todos terem chegado, iniciamos o treino novamente...Durante o percurso passamos por alguns ciclistas pedalando morro acima e finalmente chegamos ao Cristo Redentor com 12 Kms. Lá em cima havia vários corredores e ciclistas que subiram mais cedo, alguns que conhecia cumprimentei, lá de cima devido estar com muita neblina, não dava para ver nada lá embaixo. Registramos algumas fotos e cantamos parabéns para a Dani que estava aniversariando.

Como os amigos não iria mais correr, despedi deles e continuei no treino, após descer correndo uns 2 Kms dei falta da minha máscara...putzzz...Resolvi retornar novamente para ver se achava a máscara caída no chão. Quase chegando lá em cima novamente me deparei o com uma cena que jamais vou esquecer a superação de uma mãe e uma filha. Imediamente peguei o celular e registrei a cena. A Suyane com sua filha Lulu tinha acabado de sair da trilha, mas tarde ela me contou que começou a trilha subindo pela Trilha dos Primatas e até lá em cima deu 8,26 Km naquela chuva e frio todo e a Lulu toda feliz, mas tarde a Suyane me contou que a outra filha de 6 anos subiu também pela trilha com a galera da Tribus Adventure e fizeram 12 Kms. Sensacional...Parabéns!

Ao chegar lá em cima não achei a máscara...putzzz...Bom já que não achei a máscara, então vamos retornar ao treino, após descer, passei novamente pelo Hotel Paineiras e fui correndo pela Estrada das Paineiras até o final dela quando dá acesso para descer, foi aí que a chuva e a neblina foram intensas, que quase não dava para ver nada lá em cima. Como agora era somente descida, aproveitei para tirar o atraso da subida, comecei a correr descendo muito forte, cheguei na Praça do Alto da Boa Vista desci toda ela e quando cheguei na Tijuca no plano a chuva tinha cessado de cair, corri todo o trajeto da Tijuca e finalmente cheguei no Maracanã finalizando o treino com 36,51 Km...Ufaaa.
Algumas fotos do treino
Início do treino (Dani, Carlos, Bruno, Brito e Jorge)
E vamos subindo que o Cristo nos aguarda lá em cima
No aguarde aeee Cristo
Joel, José e amigos
Finalmente aos pés de Cristo...Obrigado Senhor.
Suyane e Lulu as duas guerreiras do Cristo...Parabéns
Final do treino em frente ao Maracanã...Obrigado meu Deus!!!
O percurso do treino
Durante todo o percurso do Parque Nacional da Tijuca são vários quilômetros que oferece momentos especiais de contato direto com a natureza que valoriza os encantos naturais da cidade do Rio de Janeiro. Parabéns a Dani pelo seu aniversário, ao Carlos, ao Brito, ao Bruno, a Suyane e a Lulu pela superação, mesmo com chuva e frio não esmoreceram e subiram o Cristo. ⛰️🏃🏾‍♂️💨🇧🇷