BLOG

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Competição nº 439 - 3ª Ultramaratona Internacional de 48 horas da Mantiqueira 2018

Distância: 341,2 Km;
Tempo: 48 horas;
Local: Passa Quatro - MG;
Colocação Geral: 1°; e
Total de Corredores:  50 Corredores.
Nos dias 9, 10 e 11 novembro 2018 foi realizada à 3ª edição da Ultramaratona Internacional de 48 horas da Mantiqueira, no Colégio São Miguel na Cidade de Passa Quatro em Minas Gerais. Dentro dessa edição também contou com as seguintes distâncias: 24 e 12 horas, prova realizada pela Ultra Runners Eventos.

Essa prova ficou meio atravessada em mim, porque ano passado foi a primeira vez que corri essa prova e por não ter tido apoio de staffs acabei ficando em segundo colocado geral e como gosto de correr uma prova pela segunda vez para verificar como o meu corpo reagirá, como será o meu desempenho e também ver se a organização melhorou o evento ou não, então lá fui eu correr pela segunda vez essa prova.

Dessa vez viajei um dia antes 5ª feira dia 8 novembro 2018 com os amigos Paulo, Nina e Joel da Equipe Maré do Rio (obrigado). Depois de umas 4 horas de viagem de carro rodando uns 200 e poucos Kms chegamos em Passa Quatro-MG, ficamos hospedados em uma casa que alugamos, foi uma ótima viagem. Nos acomodamos na casa alugada, fomos buscar o kit da prova e fazer umas comprinhas no supermercado pois o dia estava chovendo muito.
Nina, Eu, Paulo, Sandra, Maurício e Joel casa ao lado onde ficamos hospedados
Kit da prova
Para essa Ultramaratona não deu para treinar muito até porque quase um mês atrás corri a Rio Ultra 24 horas e devido o calor de 40 graus feito de dia e a noite com muita chuva, depois dessa Ultra ainda fiquei gripado, procurei me recuperar o mais rápido possível e por isso não deu para realizar muitos longões e até porque tinha que me recuperar das 24 horas o maior longão que fiz foi de 164 Km na Rio Ultra. 

Já no dia da prova sexta-feira dia 9 nov 2018, acordamos por volta das 7 horas da manhã, tomamos café e como a casa que ficamos, fica próxima do local da prova, saímos às 9 horas da manhã para o local. Chegamos lá montamos a nossas barracas e ficamos aguardando à largada. Vale ressaltar que em 2017 eu fui para essa prova sozinho sem nenhum apoio e já este ano tive um mega apoio da Equipe da Maré daqui do Rio de Janeiro com Staffs e Fisioterapeutas o que ajudou muito e com isso veio a vitória. Tenho muito que agradecer essa equipe maravilhosa.
Tudo pronto e aguardando à largada
Por volta das 9:50h da manhã nos alinhamos no pórtico de largada, fazendo um pouco de sol e a organização nos falou algumas palavras, tocou o hino nacional e logo em seguida às 10 horas da manhã foi dada à largada. Dessa vez não queria repetir o erro de 2017 que foi largar forte, também dessa vez procurei me concentrar o máximo possível e não registrei fotos e filmagens durante a prova, as fotos e filmagens foram dos amigos. A concentração para uma prova dessa é super importante. Nessa edição não tinha alguns atletas feras do ano anterior. mesmo assim o nível dos atletas estava forte, mas não me deixei me abalar, durante o dia de sexta-feira fez sol e choveu e à noite choveu, fez frio e além disso como a pista é de terra batida o piso em algumas partes ficaram escorregadias e não deu para aumentar muito a velocidade, um tombo ou torcer o pé teria que abandonar a prova, procurei correr devagar, os amigos corredores começaram a abrir voltas em cima de mim e até falei para alguns deles que nem tinha uma hora de prova e eles estavam correndo forte, orientei eles a irem devagar até falei do que aconteceu comigo no ano anterior, mas não quiseram me ouvir e mais tarde quebraram a cara, acabaram pagando o pato quebrando, durante o dia e a noite de sexta-feira eu ficava entre 2° e 3° lugar, mas que tinha hora que gostaria de acelerar...rsss...Mas procurei me manter calmo e correr no ritmo devagar. A cada 4 horas de provas era feita a reversão para nós corrermos em direção contrária e a organização postava as parciais da prova.
Algumas fotos durante a prova
 
Durante o dia e a noite de sexta-feira devido ao frio senti uma dor lombar que me fez parar e ir para a fisioterapia, demorei uns 15 minutos fazendo massagens no local que deu para aliviar a dor local, o ruim era voltar depois correr devido o corpo ter esfriado, mas mesmo assim não esmoreci e segui em frente, hora correndo, hora caminhando e observando os adversários. Passou a noite de sexta-feira e no sábado de manhã o corpo pediu para dar uma relaxada, até deitei um pouco porém não consegui ficar deitado, mas descansei sem dormir por cerca de uns 15 minutos e retornei para a pista, durante o dia de sábado a chuva e o frio continuava a insistir. Quando chegou por volta das 2 horas da manhã de domingo consegui ultrapassar os adversários e fiquei em primeiro lugar, os adversários até que tentaram me ultrapassar mas não dei mole, teve até um que me falou Jorge tenta quebrar o recorde da prova, como estava concentrado e não deixando nenhum fator externo negativo me pegar, falei assim para este corredor, olha o que me interessa é vencer a prova, o meu corpo já está esgotado de tanto correr, portanto não vou dar chance de aumentar o ritmo e quebrar mais a frente e perder a vitória, como alguns que quebraram, o que interessa é a vitória o recorde fica para depois...rsss...E se passou a madrugada e às horas finais dessa prova se aproximava e às 6 horas da manhã, foi quando saiu a última parcial da prova e vi que venceria a prova que tanto o segundo e terceiro colocado estavam há mais de 40 voltas atrás de mim e não teria como me ultrapassar, mas mesmo assim não relaxei continuava correndo. Até que enfim às 10 horas da manhã de domingo chegou e a prova foi finalizada e eu vencendo a prova de 48 horas correndo 853 voltas totalizando 341,2 Km sendo o Campeão Geral da prova. Muito emocionado agradeci à Deus por essa oportunidade de ter ganhando mais uma Ultramaratona. Em 2017 corri 332 Km e este ano de 2018 corri 341 Km quebrando o meu próprio recorde correndo 9 Km a mais...Showww.
Algumas fotos durante a prova
 
 
 
Obrigado amigos pela ajuda
Pódio masculino: Os 5 primeiros colocados
Resultado Masculino:
1° - Jorge Cerqueira (Rio de Janeiro) - 853 voltas - 341,6 Km;
2° - Pedro Cianfaroni (São Paulo) - 791 voltas - 316,4 Km;
3° - Leandro Ribeiro (Rio de Janeiro) - 775 voltas - 310 Km;
4° - Nilton Santos  (Bahia) - 679 voltas - 271,6 Km; e
5° - Alexandre Jesus (Rio de Janeiro) - 667 voltas - 266,8 Km.

Pódio Feminino: As 5 primeiras colocadas

Resultado Feminino:
1° - Ana Luiza (Rio de Janeiro) - 915 voltas - 366 Km;
2° - Cleusa Varela (Florianópolis) - 630 voltas - 252 Km;
3° - Lucileide de Castro (Rio de Janeiro) - 595 voltas - 238 Km;
4° - Tomiko Eguchi (São Paulo) - 542 voltas - 216,8 Km; e
5° - Gisele Bahiense (Brasília) - 489 voltas - 195,8 Km.
Avaliação da Prova:
Inscrição: De 300 à 400 reais de acordo com as datas dos lotes, paguei 400 reais em duas parcelas, para o que nos foi servido durante a prova para os atletas até que não achei a prova cara não em vistas de outras provas por aí de ultras que tem organização que cobra mais de mil reais na inscrição e nem um copo de água oferece para o corredor é tudo por conta do atleta...Ponto positivo;
Kit: Entregue um dia antes e no próprio dia da prova no mesmo local, vindo: 1 sacola de papel pequena, 1 camisa, 1 numeral, 1 chip colado na frente do número e 1 caneca...Ponto positivo;
Guarda volumes: Nesse tipo de prova não há necessidade de ter guarda volumes, visto que os atletas levam suas barracas e guardam seus pertences na mesma;
Altimetria  e Percurso da prova: Leve...O percurso foi todo plano e de terra batida dentro do Colégio São Miguel em Passa Quatro Minas Gerais, numa pista de atletismo, porém como choveu a pista ficou um pouco escorregadia, mas no segundo dia não choveu mais e a pista ficou seca...Ponto positivo;
Posto de hidratação: Muito bom, a organização disponibilizou um local coberto uma mesa bem grande na área na pista de atletismo onde os atletas passavam e pegavam em copos abertos gelados água e gatorade durante 48 horas...Ponto positivo;
Posto Médico: Não vi nenhuma equipe médica ou ambulância no local...Ponto negativo;
Posto de Massagem: Durante às 48 horas teve 3 massagistas apoiando os atletas...Fator muito importante em uma Ultramaratona...Ponto positivo;
Banheiros: Foi disponibilizado 2 banheiros locais do Colégio São Miguel (1 masculino e 1 feminino) a minha sugestão é que a organização da prova coloque 2 banheiros químicos na beira da pista de atletismo onde os atletas tem mais facilidades para usá-los, porque o banheiro da escola fica a uns quase 300 metros de distância da pista e com isso faz com o que os atletas percam tempo e fora que no banheiro só existe 1 vaso e 3 chuveiros...Fico imaginando 1 corredor no vaso e outro chegando apertado para dar uma barrigada...rsss...Enfim...Ponto positivo;
Alimentação da prova: A organização da prova forneceu durante toda às 48 horas frutas (bananas, laranjas maçãs e melancias), biscoito doce e salgado. No horário do almoço foi servido 2 tipos de refeições em pratos de plásticos pequenos contendo macarrão e pure de batatas. Já a noite foi a mesma coisa do almoço, também mais tarde foi servido café, uma sopa bem quente e na parte da manhã de sábado e domingo nos foi servido café, pão com queijo e bolo...Ponto positivo;
Medalha de participação: Todos os Corredores que cruzaram a linha de chegada de forma legal, receberam uma linda medalha de metal medindo 9 cm de altura x 6 cm de largura, na frente vindo o nome da prova,  o nome da cidade Passa Quatro - MG, o desenho das árvores da Araucárias e vindo com uma fita personalizada escrito o nome da prova. Medalha com o mesmo formato do ano anterior, sugiro que mude para a próxima edição...Enfim...Ponto positivo;
Premiação: A organização da prova premiou os 5 primeiros colocados no geral Masculino e Feminino com lindos troféus de madeira e metal. Troféu com o mesmo formato do ano anterior, sugiro que mude para a próxima edição...Enfim...Ponto positivo;
Premiação na Faixa Etária: A organização da prova premiou os 5 primeiros colocados das respectivas faixas etárias com troféus de metal e madeira Troféu com o mesmo formato do ano anterior, sugiro que mude para a próxima edição...Enfim...Ponto positivo;
Resultado da prova: A prova foi cronometrada pela empresa Ultra Timing Chip, onde a cada 4 horas divulgava  as parciais do resultado. No segundo dia por volta das 11 horas da manhã observamos que algumas staffs da prova começaram a anotar os nossos números próximos da marcação do chip e questionamos isso a organização, durante o sábado a parcial das 14 horas da tarde atrasou devido que a organização nos informou que devido o pessoal das 24 horas ter começado a correr que teria que indexar os dois resultados das 48 horas, ficamos correndo as cegas porque queríamos saber a parcial e acabou atrasando e depois de umas quase 4 horas de atraso saiu o resultado e foi o mais questionamento por parte de alguns corredores que saiu errado. Sugiro que na próxima edição faça que nem em 2017 coloque 2 chips nos números para não ter problemas,  pois o resultado encontra-se no site do evento...Ponto negativo; e
Prova: Bom essa foi a minha segunda participação nessa modalidade, dessa vez toda a estratégia que eu fiz deu certo e saí como vencedor geral da prova, fiquei muito feliz com o feito, não foi fácil mas valeu a pena o sofrimento...hehehe...Ninguém conquista nada sem ajuda de Deus e dos amigos. Ano passado não tive essa ajuda de Staffs e acabei ficando em segundo colocado geral. Mas dessa vez foi espetacular dando tudo certo. Agradeço aos Professor Luiz Lacerda, Fisioterapeutas Carlos e Ricardo e o Staff Paulo Luiz, pois senão fosse essa ajuda desses grandes amigos além de Deus a vitória não viria...Muito obrigado...Me perguntaram se volto a correr essa prova novamente? Deixei uma incógnita no ar, mas quem sabe...hehehe...Parabenizo a organização e os staffs e independente de colocação seja geral ou nas faixa etárias todos os corredores estão de parabéns e quem sabe ano que vem retorno para bater o recorde dessa prova...Tudo é possível!!!

Nos vemos na próxima linha de largada
🏃🏃🏃

Um comentário:

  1. Jorge Ultra sou seu fã cara meus parabéns...Fechando o ano com chave de ouro...Que Deus te abençoe e que vc continue nos inspirando.
    Boa recuperação!

    João Sales

    ResponderExcluir

Sejam bem vindo(a)s ao meu Blog de Corridas. Participe seus comentários serão muito importantes para mim e para outros participantes interessados no mesmo tema.

Todos os comentários serão bem vindos, mas, reservo-me no direito de excluir eventuais mensagens com linguagens inadequadas ou ofensivas.

PS: Caso queira entrar em contato, me mande um e-mail para jmaratona@jmaratona.com

Obrigado,

Jorge Cerqueira
Ultramaratonista