sábado, 28 de fevereiro de 2015

AUDAX RANDONNEURS

Audax é o nome dado no Brasil a um evento ciclístico não competitivo e de longa distância, conhecido internacionalmente pelo nome de Randonneur. A competição é pessoal em que o ciclista desafia a si mesmo. A modalidade é regida mundialmente pelo Audax Club Parisien que fica na França, tendo atualmente no Brasil, como seu representante, o gaúcho Penna Trevisan, responsável pelo Randonneurs Brasil.

O grande foco dos eventos Randonneurs no Brasil é a possibilidade de percorrer longas distâncias em veículos de propulsão (bicicletas) exclusivamente humana em seu próprio ritmo, terminando o percurso dentro do limite estabelecido. Nesse tipo de pedalada existem Postos de Controle, os PCs, com horário de abertura e de fechamento pré-determinados. Cada ciclista recebe uma carta de rota com o percurso e localização dos PCs e o "Passaporte" que será carimbado e inserido o horário de passagem no respectivo posto. As distâncias homologáveis e seus respectivos limites encontra-se na tabela abaixo. Eventos estes conhecidos como Brevets Randonneurs Mundiais (BRMs).
Vale salientar que o Audax, na verdade, é também um evento não competitivo de longa distância, possuindo porém o andamento imposto, conduzido e controlado por "capitães de rota", que regulam a velocidade do grupo, variando de 20 a 25 Km/h de acordo com o perfil do percurso. A modalidade é regida mundialmente pela Union des Audax Français que fica na França, tendo atualmente no Brasil, como seu representante, o também gaúcho Luiz Faccin, responsável pelo Audax Brésil.

O andamento livre e o andamento imposto é uma grande diferença entre os Brevets Randonneurs e os Brevets Audax.

Este uso conflituoso da nomenclatura dos eventos tem causado alguma confusão, ainda mais visto que a entidade máxima que regula a modalidade Randonneur chama-se Audax Club Parisien (ACP).

Além do tempo estabelecido, deve ser observado o regulamento, que exige equipamentos de segurança a serem aplicados tanto no equipamento quando usados pelo ciclista: Capacete, iluminação dianteira, traseira e colete refletivo.

Além dos equipamentos previstos no regulamento francês, nos eventos organizados no Brasil, assim como ao redor do mundo, cada clube organizador pode exigir equipamentos adicionais, dependendo das peculiaridades de cada região. Um exemplo disso é a obrigatoriedade do porte de manta térmica, exigida por alguns clubes nas regiões mais frias do país.

O que é "Brevet BRM"?
Brevets são os estágios reconhecidos pelo Audax Club Parisien (ACP) e Les Randonneurs Mondiaux (LRM).

No mundo os brevets sancionados pelo ACP, são conhecidos como "BRM", que significa Brevets Randonneurs Mondiaux.

Série Super Randonneur
O ciclista que obter a homologação dos brevets de 200, 300, 400 e 600 Km poderá solicitar a distinção Super Randonneur do ano do calendário pedalado. Ou seja, os brevets deverão obrigatoriamente terem sidos pedalados no mesmo ano calendário. A sequência dos brevets é facultativo a cada clube organizador. Essa alteração passa a valer para o ano calendário de 2014.

A série completa é a qualificação para qualquer evento de 1.200 Km ou mais (LRM) no mundo. Os brevets de 1.200 Km ou mais, que são essencialmente brevets LRM podem ter regulamentos diferenciados e aceitar a participação de outros ciclistas desde que definido no regulamento deste evento.

As regras em relação à sequência dos brevets podem variar de um país para outro e vale o que é definido pela organização nacional dos brevets.

Ano/Calendário dos brevets:
O calendário de brevets inicia no dia primeiro de novembro e termina no dia 31 de outubro do ano seguinte.

Os brevets tem validade dentro deste limite de tempo, salvo em caso especiais de classificação para brevets de 1.200 Km conforme regulamento destes.

Série BRM:
Sequência de Brevets Randonneurs Mundiais em um mesmo ano/calendário.

Pode ser uma série de 600 que representa um conjunto de brevets de 200, 300, 400 e 600 Km. Série até 1.000 Km, ou seja, conjunto de brevet de 200, 300, 400, 600 e 1.000 Km.

Os brevets de 1.200 Km é mais considerado brevets especiais LRM.

O participante que concluir todo o percurso no tempo limite estabelecido, recebe o "brevet" ou a "homologação"desse brevet.

E o que que ganha o Ciclista ao concluir cada desafio desse, além da satisfação pessoal de concluir uma kilometragem dessa alta superando seus próprios limites ele ganha uma camisa, um certificado e uma medalha do evento.

Fontes Consultadas:
Wilkipédia
Audax Club Parisien 
Union des Audax Français
Audax Brésil
Randonneursbrasil
Audax Rio

Que Deus me abençoe e me permita para completar todos esses Brevets mencionados acima!!!

Nenhum comentário: