quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Ela venceu uma doença terrível...História de Superação - Parte 07

Em 1995, ela descobriu um câncer no intestino, ela lutou por 5 anos contra o câncer e venceu, o câncer mudou a vida desta Ultramaratonista. Correr no deserto foi um dos momentos mais difícieis para ela. Pois ela conquistou sua 1ª medalha com a corrida no deserto com a temperatura variando entre 50 a 60 graus, atravessou vários desertos, dentre eles: Saara, Badwater e etc...

Pois eu só conhecia a Mônica Otero virtualmente, mas ano passado, eu tive o prazer de conhecer e correr com esta fantástica mulher, aqui no Rio de Janeiro na Ultramaratona de 24 horas dos Fuzileiros Navais.


Aumente o som e conheça um pouco desta fantástica mulher!!!




Palavras da Mônica Otero:

"Tudo aconteceu na minha vida depois dos 40 anos, depois que tive câncer. Pois o câncer não foi minha sentença de morte, muito pelo contrário, eu não me intimidei e renasci".

A Mônica, me autorizou a contar a sua história aqui no meu blog. Parabéns amiga, que Deus te abençoe mais ainda e que este espírito de guerreira perpetue sempre dentro de você, não é qualquer pessoa que tem esta garra, pois espero que sua história ajude muitas pessoas a se SUPERAREM também, sinto muito orgulho de você.

20 comentários:

Ricardo Nishizaki disse...

A Monica Otero é muito mais punk do que qualquer corredor. Ela tem limitações alimentares omplicadíssimas de se administrar, ainda mais em corrida longa, mas faz, completa desafios que muito poucos já fizeram.

E ela não tem físico de atleta, o que prova que muito disso tudo dessa história de ultras é totalmente mental!

Parabéns Monica!!!!

Xampa disse...

salve jorge !!!
ótima lição de vida.
parabens pelo post.

António Almeida disse...

Um abraço de solidariedade e de admiração para a "guerreira" Mónica Otero.
Abraço também para ti grande Jorge.

Fabiana disse...

Guerreira!
Parabéns Mônica Otero,continue a ser Feliz!

Bons Kms
Fabi

Felipe de Souto disse...

E aí Jorge!! Irmão, parabéns pelo POST, serve para nós, que não temos esses problemas, pararmos de reclamar de tudo...pessoas assim como a Mônica é que são fortes e que nos ensina como lhe dar com as dificuldades...Forte Abraço!
Felipe de Souto

Fábio Namiuti disse...

Se eu já admirava bastante só pela participação na Badwater, que vi em uma revista, imagina agora depois de saber de todo o resto. Parabéns, Mônica, por tudo. E obrigado, Jorge, por nos trazer a história.

Abraço!

Fábio

satrijoe disse...

ótimo post, Jorge.
Eu não conhecia a história da Monica e realmente é uma inspiração ver uma pessoa que venceu a batalha contra essa doença ingrata e está aproveitando essa nova chance na vida para tirar o máximo dela.

Agora o maior mico essa repórter que ficou errando o nome dela. Precisa fazer a lição de casa antes!!! rs

Abraços,
Shigueo

Bons Km disse...

Parabéns jorge pelo post...
que exemplo hein, e as vzs agente acha mil desculpas pra não treinar...
Bem legal...
Bjinhos
Bons Km
JU

railer disse...

parabéns mesmo, exemplo de superação!

jorge, feliz 2010!
tou sumido mas tou por aqui, aos poucos colocando as visitas em dia.
abraços!

Joka disse...

Show !!! Se entregar jamais... Valeu Jorge, mandou bem parabéns a grande guerreira...

Gustavo Abade disse...

Jorge, estou conhecendo agora o seu blog e parabéns pelas suas conquistas e pelos posts. A Monica também é uma ultra que todos admiram, mesmo as pessoas que assim como eu só a conhecem virtualmente, pretendo conhecê-la ao vivo na BR este ano.
Abs

Cassio Politi disse...

Que belo exemplo! Que bela história de vida! Exemplos como a Mônica mostram o quanto a força do esporte. E, é claro, a determinação inspiradora de algumas pessoas.

Parabéns, Mônica! Parabéns, Jorge!

walter disse...

Jorge, parabéns pelo post, são pessoas como ela que fazem a diferença no mundo.

Rodrigo disse...

E pensar que há quem invente qualquer desculpa boba para não fazer esporte!

Estivison disse...

Depois de ver esse video dá uma vontade enorme de correr !!!
Corremos porque estamos vivos e viver é muito bom !!!
obrigado por me apresentar essa ultramaravilhosa brasileira.
até breve
e bons treinos

YOGA MUSIC FLOW disse...

Que lindo!
Otimo post!!!
Obrigada!
Bjos e bons treinos!
Pati

Claudio Dundes disse...

Jorge,


Parabéns por fazer referência e reverência a esse ser humano tão especial que é a Monica Otero. Eu não enviei mais nenhuma resposta aos convites dela para ver e participar das largadas da BR135, desde que me deprimi e engordei 40 quilos no final de 2007. Mas como o Fábio Namiut, você e muitos outros corredores bacanas, sei que ela me entenderia. Desde que a conheci (em Poços de Caldas em 2007) eu estou no mail-in-list do Mario Lacerda e me delicio com todas as noticias dos ultras seres humanos.

Monica e Jorge, sintam-se abraçados.

e lembrança desta mulher

tutta disse...

Maravilhosa esta história da Mônica.
Cheguei a me emocionar aqui.
Parabéns a ela e que ela prossiga nesta carreira fantástica de ultramaratonista.


tutta³³
www.correndocorridas.blogspot.com

brunin disse...

A corrida sempre mostrando que é um item de superação.

Parabéns!!!!

Monica disse...

Quero agradecer a todos que fizeram seus comentários neste blog e dizer também que não sou diferente de ninguem e que qq pessoa pode fazer o que faço, bastando p/isso ter foco, planejamento,garra e muita disciplina. Nunca poderia imaginar que o primeiro passo que dei no Caminho de Santiago mudaria a minha vida. Gostar do que faz é essencial e nunca desistir diante do primeiro obstáculo.