sexta-feira, 27 de março de 2009

Tecnologia ameaçada

CORREDORES PREPAREM OS BOLSOS!!!
Projeto que visa aumentar a taxa de impostos sobre calçados importados da China pode dobrar o preço dos principais tênis utilizados pelos corredores.
Fonte: Cesar Candido dos Santos
No final de dezembro de 2008, a SECEX (Secretaria de Comércio Exterior) iniciou um processo que analisa a prática de dumping nas importações de calçados oriundos da China. A medida visa proteger os fabricantes brasileiros deste setor, que nos últimos anos perderam grande espaço para os produtos chineses.
“O dumping acontece quando um exportador vende seus produtos a um preço inferior ao praticado no mercado interno. Para combater isso, será feita uma sobretaxação de 100% nos calçados chineses”, explica Adalberto Granjo, diretor jurídico da São Paulo Alpargatas.
Mas esta sobretaxação também refletirá em alguns produtos que o Brasil não possui tecnologia para produzir e vêm da China, como os tênis de alta tecnologia utilizados pelos praticantes de corrida de rua, que dobrarão de preço.
“Existe o pensamento de que tudo que vem da China é ruim, mas isto não é verdade. Os tênis de maior tecnologia são fabricados lá, e o nosso País não possui condições de produzir estes produtos em curto prazo. Assim, se houver a sobretaxação, ela refletirá diretamente no bolso do consumidor final, que passará a pagar até R$ 1.000 em um calçado que antes custava R$ 500”, afirma Granjo.
“Levará pelo menos um ano para que o Brasil passe a ter condições de produzir tênis de alta tecnologia, pois é preciso criar uma estrutura e trazer maquinários. Durante este período, caso seja aprovado o projeto, os consumidores terão que arcar com aumento dos preços”, diz Fernando Beer, diretor de artigos esportivos da São Paulo Alpargatas.
Polêmica
Um dos pontos mais polêmicos do processo é a forma na qual o dumping foi analisado. Como a China não é considerada um país de economia de mercado, os valores foram calculados com base nos preços praticados na Itália.
“O processo contém uma série de equívocos. Um deles é a comparação com a Itália, um terceiro país, que não tem nada a ver com a história, e é mundialmente famosa pela produção de sapatos. Outro engano é incluir em um mesmo pacote calçados de couro e esportivos”, afirma Granjo. “A principal questão não é discutir se existe ou não o dumping, mas sim a forma como o processo foi construído. É preciso distinguir os calçados. Do jeito que está, é o mesmo que comparar laranjas com uvas”, completa Beer.
Outro ponto preocupante é o possível aumento da venda de produtos falsificados. “Um dos setores mais afetados com a sobretaxação dos calçados chineses será o varejo. Para piorar, como os preços dobrarão, abrirá mais espaço para a pirataria”, diz Beer. “Sempre que se dificulta o acesso do consumidor a um produto original, se estimula a pirataria”, finaliza Granjo.
Já não basta os altos preços das inscrições nas corridas, agora vem essa notícia com a alta dos tênis de corridas, acho que daqui alguns anos, só quem vai correr, quem tiver dinheiro.

9 comentários:

Carlos Lopes disse...

Isso Jorge, a desporto mais carao, esta a ficar caro... assim teremos menos praticantes

Fábio Namiuti disse...

Sobre os charutos cubanos e o whiskão escocês eles não aumentam as taxas, né ?

joaquim adelino disse...

Nós aqui desconhecemos a dimensão do problema. O que consumimos é tudo importado, Tailandia, China, Coreia, Indonésia, Japão, etç. O acesso a bons ténis de corrida é muito difícil porque custam muito dinheiro, só os atletas de sucesso ou os que vivem mais dasafogados é que calçam bem.
Por isso não sei se aí vocês estão piores ou melhor, pelo menos têm a alternativa nacional, não é?
Se não for assim diga para a gente.
Um abraço

Rodrigo disse...

Lula, assim como todo mundo, é contra o protecionismo, mas o protecionismo dos outros! Aqui dentro ele só quer saber de sobretaxar, proibir importação e criar todo o tipo de barreira para o que vem de fora. Bah, já vi este filme antes!

Eduardo Acacio disse...

Amigo Jorge ... nesta situação não dá para usar tênis "PIPOCA" que absurdo ... trata-se sim do famoso LOBBY POLITICO ... um bando de SAFADOS se juntam e ditam as regras do jogo ao seu FAVOR e o povo toma na cabeça ... e no nosso caso no PÉS.

Abraços !!!

http://porqueeucorro.blogspot.com/

Everaldo Motta disse...

Olá Jorge, bom dia!
Estamos ferrados, né?
Esse panaca analfa que temos aqui só é contra a sobretaxação de nossos produtos no EUA, agora aqui ele é favor.Fala sério! ninguém merece ter uma anta governando, né?
Um forte abraço amigo
Everaldo

G. Sabino disse...

Cara eu acho meio difícil esse projeto passar, tem muitas instâncias pela frente, e normalmente são ouvidos profissionais da área para analisar a eficiência do projeto, quando o governo escutar que há um estimulo a produção da pirataria logo ele volta atrás, pois sabe que vai perder impostos, e estimular outras formas de crimes além da pirataria...

Leandro Turbino disse...

Jorge, não estou aqui para defender o governo, mas o problema de importação de calçados da China é muito maior que o valor final dos produtos para praticantes de esportes/corredores.

Os produtos chineses (que não tem nada de tecnologia chinesa, mas somente a obra), na maioria das vezes são fabricados em condições de trabalho escravo e/ou pirataria (sem pagamento adequado de Royalties).

Isso gera aqui no Brasil, a quebra de empresas honestas que não conseguem competir com o chineses e consequentemente inúmeros desempregos.

Temos sim é que brigar para que empresas como Asics, Mizuno e Nike tragam para cá sua tecnologia e fabriquem seus produtos aqui, fortalecendo a indústria nacional.

Temos que pensar no médio e longo prazo, e não somente no custo que refletirá no curto prazo.

Abraços,
Leandro.

...tuttA... disse...

É isso aí Jorge, com o preço das inscrições alto já tá difício a participação em algumas provas, se subir, ou melhor, dobrar o perço dos calçados para a corrida, estaremos todos "ferrados".
Vamos ter que passar a correr descalsos. rsrsrs

Abraços e ótimos final de semana.


...tutta...
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com