quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Corrida nº 480 - Ultra Desafio Volta da Ilha Grande 100Km

Enfim depois de alguns adiamentos, finalmente nesse final de semana Sábado e Domingo, dias 21 e 22 novembro 2020, conseguimos realizar correndo a tão sonhada volta completa da Ilha Grande 100 Km.

A Ilha Grande é a maior ilha do estado do Rio de Janeiro, integrante do munícipio de Angra dos Reis. Possui uma área de 193 Km², com relevo acidentado e montanhoso, cujas maiores elevações são o Pico da Pedra Dágua 1.031 metros e o segundo é o famoso bico do Papagaio com 982 metros, sendo este famoso devido a sua forma pitoresca. Seu maior assentamento é a Vila do Abraão. Os nativos da ilha são chamados de badjecos, caiçaras ou ilhéus (fonte wilkipédia).
Correr longas distâncias será sempre um grande desafio e olha que para correr esse desafio tivemos que ter muita paciência. A Equipe Ultra Brutus daqui do Rio de Janeiro planejou muito bem para corrermos essa volta da Ilha Grande no início desse ano, mas por causa dessa praga dessa pandemia que assolou o mundo a Ilha Grande foi fechada por alguns meses e tivemos que adiar esse desafio. Se passaram alguns meses e a Ilha Grande foi reaberta e começamos a planejar novamente qual seria o dia desse mega treino, planejamos para corrermos numa data de setembro, mas por alguns motivos particulares de alguns integrantes da equipe não houve o treino, marcamos outra data para corremos em outubro e justamente no dia que iriamos correr a natureza contribuiu para não corrermos pois choveu bastante e era muito arriscado...putz...Realmente essa volta da ilha estava ficando cada vez mais difícil de irmos correr, mas não perdermos as esperanças até que nesse final de semana deu para ir correr.

Fomos na sexta-feira, feriado do dia 20 novembro. Chegamos por volta das 7 horas em Mangaratiba para pegarmos a barca, chegando lá encontramos uma super mega fila de várias famílias querendo ir para Ilha Grande. Os ingressos da Barca esgotou rápido e a única opção era ir de traineira para a ilha pagando mais caro, enquanto a passagem da barca é 16 reais a da traineira foi 50 reais. Chegando na ilha nos instalamos no hotel, almoçamos e procurei ir descansar o máximo possível.
Equipe Ultra Brutus dentro da traineira indo para a Ilha Grande
Equipe na Ilha Grande pronta para mais um desafio!!
A Equipe Ultra Brutus tem 11 integrantes, mas somente 6 (Eu, João, Leandro, Marcelo, Rodrigo e Igor) participaram desse evento. Nos reunimos na praça principal da ilha, verificamos os equipamentos, registramos algumas fotos e com o clima agradável para correr às 2 horas da madrugada de sábado partimos da Praia de Abraão para esse desafio.
Equipe Ultra Brutus às 2 horas da manhã - Antes da largada
Corremos  por cerca de 500 metros pela Praia de Abraão e logo em seguida começamos a correr pelas trilhas subindo com todo cuidado e prestando muita atenção, porque devido as chuvas que tinha caído durante a semana e com várias raízes pelo percurso, mesmo assim não teve jeito lá pelo 2,6 Km acabei tropeçando e caindo, mas nada de grave aconteceu, levantei o mais rápido possível e prosseguimos correndo pelo percurso. Chegamos em frente ao famoso presídio de Ilha Grande, onde o amigo Colli nos deu algumas informações sobre o presídio. Logo em seguida continuamos correndo pelas trilhas. Por volta das 4:30h da manhã de Sábado o dia começou a clarear, onde o Igor se atrasou ficando para trás. Como o Igor não encostava em nós e não respondia quando gritava ele o João e Leandro acabaram retornando para ver o que tinha acontecido e depois de uns 40 minutos parado o Igor apareceu nos informando que tinha pegado uma trilha errada. Iniciamos a corrida novamente.
Chegando com o dia claro em frente a Igreja de Santana
Passamos correndo de dia e a noite hora subindo e hora descendo por várias trilhas e praias. E falando em praias essa Ilha tem inúmeras praias. Corremos por 23 praias (Abraão, Saco do Céu, Japariz, Freguesia de Santana, Bananal, Marataiz, Sítio Forte,  Ubatubinha, Longa, Araçatiba, Araçatibinha, Itaguaçu, Vermelha,  Provetá, Aventureiro, Praia do Sul, Praia do Leste, Praia de Parnaioca, Dois Rios, Palmas, Mangues, Pouso e Lopes Mendes). Não lembro muito bem, mas ao sairmos de uma trilha e chegando numa das praias com 17 Km uma parte da alça de cima da minha mochila arrebentou por sorte tinha outra alça na cintura que deu para ir correndo, falando em mochila de hidratação acabei dando mole, como nunca tinha corrido em Ilha Grande e não sabia a quantidade de alimentos e água que iria precisar, corri com a mochila de 25 litros de capacidade de itens e ainda por cima levei bastante alimentos para comer durante o percurso, com isso minha mochila ficou muito pesada e nas subidas com aquele peso todo já viu né...Mas continuei assim mesmo correndo. 
Equipe Ultra Brutus passando por uma belíssima
Também teve muito sofrimento subindo...kkkkk
Ao descermos por uma praia o percurso era estreito e o Marcelo acabou nos dando um grande susto, ele desequilibrou caindo de um barranco, mas graças à Deus nada aconteceu de grave...Ufaaa...E lá fomos nós correndo por várias trilhas e praias em algumas parávamos rapidamente para encher nossas mochilas com água. Chegamos na Praia de Aventureio ao meio dia com 45 Km e resolvemos fazer uma parada breve para almoçarmos, paramos debaixo de uma grande árvore de amendoeira. Tão logo almoçamos voltamos a correr onde chegamos na Pedra do Demo onde essa travessia se torna perigosa, porque a pedra e escorregadia e há relatos de que 200 pessoas ao atravessar essa pedra escorregaram vindo a falecer. Alcançamos a Praia Leste e pegamos uma breve trilha, onde passamos por um mangue com água abaixo do joelho, como os nossos pés encheram de areia, resolvemos fazer uma parada rápida para tirar a areia dos nossos tênis para evitarmos bolhas nos nossos pés, logo em seguida tivemos também que vestir o nosso anorak porque começou a chover não muito forte, mas depois de uns 10 minutos parou de chover.
Equipe Ultra Brutus aos poucos conquistando as praias
Passando com maior cuidado pela Praia do Demo
Quando chegamos na Praia de Parnaioca tivemos que atravessar uma canal, onde a água do mar estava passando forte, quando passei por esse canal afundei um pouco, onde o carregador power bank e o celular estava na minha mão caindo dentro do canal, putz...Mas para minha sorte o celular estava dentro da capa plástica que não deu para molhar, mas o power bank não e ainda por cima a mochila com tudo dentro molhou, para minha sorte a noite não fez frio...ufaaa...Depois de alguns minutos chegamos num camping onde o pessoal resolveu comprar água.
Vamos que vamos
Prosseguimos correndo e por volta das 17:40h da tarde chegamos na Praia de Dois Rios, onde também tem um presídio desativado a turma resolveu parar para comer e às 18 horas partimos para a próxima trilha Caxadaço. O grupo éramos 6, sendo que o Igor tinha ficado para trás e a preocupação com ele era constante. Na hora que íamos pegar a trilha do Caxadaço tivemos outra baixa o Marcelo nos informou que o joelho dele estava doendo demais e não tinha condições mais de nos acompanhar para completar o restando do percurso e prosseguiu para praia de abraão onde ficamos hospedados. Já nesse instante só sobrou Eu, Leandro, João e Rodrigo começamos a subir a trilha foi quando as minhas 2 lanternas por ter molhado no canal começaram a falhar, ligava e desligava a solução era não perder os amigos de vistas por causa que estava com problemas na lanterna....putzzz...Subimos uns 2 Kms acima, foi quando o Leandro observou que o sinal do GPS do mapa tinha caído e pela semana ter chovido muito na ilha e ter derrubado várias árvores resolvemos não prosseguir adiante trilha acima, retornamos e seguimos indo por Abraão para pegarmos pelo outro lado da praia. Já estávamos com 60 Kms rodados e bem cansados de tanto subir e descer pelas praias e trilhas o Leandro e o João como são fortes subindo montanha foram na frente e Eu e o Rodrigo fomos um pouco mais atrás, subíamos, subíamos e subíamos e nada de vermos a descida. Como estava sem lanterna e o Rodrigo começou a não sentir bem, fui acompanhando ele pela estrada escura, até porque estava sem lanterna e não tinha como correr. Nessa subida voltou a chover novamente por uns instantes. O Rodrigo já estava bem cansado e querendo desistir, eu ia incentivando ele a todo momento. Quando alcançamos o cume dessa estrada, também não dava para correr muito pela estrada devido estar cheia de pedras, íamos descendo alternando correndo e caminhando. O meu celular estava quase sem bateria a preocupação agora era constante por causa do Igor que tinha ficado para trás e pelo Rodrigo que não estava bem, mas faltando mais ou menos uns 2 Km para chegarmos a Praia de Abraão o sinal de celular pegou liguei para o João e Leandro e reportei que estava descendo com o Rodrigo que não estava se sentindo bem. Eles aguardaram nós a descermos, foi quando tivemos outra baixa o Rodrigo informou que não iria mais prosseguir em frente conosco, ainda tornei a dizer vamos prosseguir sim, mas ele já estava sem condições de prosseguir. Quando chegamos na Praia de Abraão o GPS marcava 66 Km. Como o Marcelo já tinha desistido de correr por causa do joelho, fui até a pousada pegar a lanterna com ele emprestada.
Correndo na segunda noite
Tão logo peguei a lanterna com o Marcelo fui ao encontro do Leandro e João para cumprimos a parte final dos últimos 34 Kms. Pegamos uma trilha super pesada além de escorregadia, tinha muitas pedras pela trilha, fomos subindo com todo cuidado ao alcançarmos o topo dela também não tinha como descer correndo a todo vapor por estar escorregadia e com muitas pedras principalmente a noite não dava para evoluir. Passamos correndo pelas Praias de Palmas e Pouso e alcançamos a última praia Lopes Mendes, já nessa praia tivemos que correr 15 Km na areia indo e voltando para quando chegasse em Abraão bater os 100Kms. Tão logo corremos os 15 Km retornamos pelas mesmas praias correndo até chegar a Abraão.
Na Praia de Palmas às 5 horas da manhã, faltando poucos Kms para terminar
Por volta das 4:45 horas da manhã o dia já começava a clarear onde alcançamos a praia de Palmas e só nos restava a subir e descer mais uma montanha, já nessa parte depois que subirmos e como já estava de dia deu para descermos correndo forte e finalmente `às 5:50h da manhã finalizamos em frente a igreja da Praia de Abraão, marcando no GPS Suunto 101,5 Km e agradecendo muito a Deus por ter finalizado os 100 kms.

Objetivo finalizado mas a preocupação ainda continuava com o amigo Igor que tinha ficado para trás, ligávamos para ele e ele não atendia o celular, então resolvemos alertar os bombeiros e se até o meio dia ele não tivesse dado alguma notícia às buscas iriam começar pela ilha atrás dele, mas graças à Deus depois de um tempo o Igor nos mandou mensagem informando que estava tudo bem com ele e avisamos os bombeiros que não iria precisar mais fazer as buscas, ufaaa...
Parabéns amigos
Equipe Ultra Brutus independente de todos ter concluído os 100 Kms ou não, todos nós estamos de parabéns, pois não foi fácil correr esses 100 Kms, ainda mais que já éramos desde o início do ano ter feito essa volta completa, mas Deus sabe de todos as coisas e o nosso objetivo foi conquistado nesse final de semana. foi muito bom estar com todos vocês, foi sofrido mas valeu a pena. ⛰️🥇🏆 🏃🏾‍♂️💨🇧🇷

Dicas para quem quiser correr a volta completa dos 100 Km da Volta a Ilha Grande:
1) Tem que fazer um bom planejamento para que nada de errado;
2) Tem que ser atletas bem experientes, tem que estar bastante treinado porque o percurso é lindo mas muito hot;
3) Antes de pensar em ir correr os 100 Km em Ilha Grande, tem que solicitar com 15 dias de antecedência autorização ao INEA para poder passar correndo pela Praia Sul, sem essa autorização não consegue passar porque essa praia é reserva biológica e tem fiscais do INEA lá;
4) Para quem for pegar a barca em Mangaratiba se for final de semana ou feriado e mesmo se tiver chovendo tem que chegar bastante cedo para ficar na fila para comprar as passagens da barca o preço é 16 reais, se não conseguir vai ter que pagar 50 reais para a traineira te levar até a ilha, tempo de duração 1h 40min. De manhã partindo para Ilha Grande, só tem uma barca e no final do dia também só tem uma barca de Ilha Grande para Mangaratiba. Isso é um absurdo deveria ter no mínimo duas de manhã e mais duas a tarde, tem a terceira opção saindo de Conceição do Jacareí onde tem lanha rápida que custa 50 reais. Mas falando em lancha rápida quando viemos embora de Ilha Grande, viemos em uma lancha dessa, onde foi cobrado de cada um 55 reais de Ilha Grande até Mangaratiba, demorando cerca de 31 minutos, porém com era dia chuvoso numa parte do percurso choveu e todos ficaram molhados;
5) Ir com uma mochila de hidratação de no mínimo 15 litros de capacidade para o atleta correr com 2 litros de água, levando dentro da mochila alimentação, pelo menos uma segunda pele (roupa de frio), um anorak, kit de primeiros socorros e dinheiro para ir comprando água ou alimento pelos comércios da praia. Leve uma boa grana porque as bebidas e alimentos na Ilha são caros. Como o acesso até a Ilha Grande é somente através de barcos a água e o alimentos encarecem, por exemplo uma garrafa de 1,5 litros dágua custa entre 7 a 10 reais;
6) Durante o percurso principalmente nas trilhas tem que tomar muito cuidado para não ter nenhum acidentes, pois tem muitas raízes pelas estradas, pedras com limos escorregadia e tomar muito cuidado ao passar pela Pedra do Demo onde também é bastante escorregadia, principalmente a noite;
7) Durante o trajeto em várias partes o sinal de celular não pega; 
8) Para quem for correr o ideal que não vá com chuvas porque o percurso se torna bem pesado; e
9) O ideal é ficar hospedado na Ilha de Abraão, onde tem várias pousadas, comércios e etc e etc. Lá não tem bancos ou caixas eletrônicos para retirar dinheiro é bom levar, mas o comércio de lá aceitam cartão de débito e crédito. Para reservar hotel, pousada ou hostel somente através dos sites: Airbnb, Booking e Trivago. Sugestão que reserve com antecedência ainda mais nos feriados que fica lotado. Outra opção se não conseguir hotel é ficar hospedado no Camping.

Obs: A você que chegou até aqui agradeço pela visita e por valorizar o conteúdo do Blog volte sempre, mas antes de sair deixe o seu comentário é muito importante para o Blog e para outras pessoas que acessam aqui!!!

4 comentários:

Sejam bem vindo(a)s ao meu Blog de Corridas. Participe seus comentários serão muito importantes para mim e para outros participantes interessados no mesmo tema.

Todos os comentários serão bem vindos, mas, reservo-me no direito de excluir eventuais mensagens com linguagens inadequadas ou ofensivas.

PS: Caso queira entrar em contato, me mande um e-mail para jmaratona@jmaratona.com

Obrigado,

Jorge Cerqueira
Ultramaratonista