terça-feira, 12 de junho de 2018

Competição nº 419 - Desafio CORJA 2018

Distância: 27 Km;
Tempo: 4 horas 17 min 56 seg;
Pace por Km:  9 min 33 seg;
Local: Parque Estadual da Pedra Branca - Rio de Janeiro;
Colocação geral: 13°; e 
Colocação  Faixa Etária: Não teve; e
Total de Corredores: 148 Corredores.
Em sua primeira edição, nesse final de semana, domingo dia 6 maio 2018, foi realizado a primeira edição do Desafio CORJA no Parque Estadual do Parque da Pedra Branca em Jacarepaguá, com as seguintes distâncias 27 Km e 9 Km, prova realizada pela Equipe de Corredores de Rua de Jacarepaguá. O PEPB é reconhecido como uma das maiores florestas em área urbana do mundo e a maior do Brasil. Esta unidade de conservação ambiental situada na Zona Oeste do Rio possui mais de 12.500 hectares de extensão.

Correr nessa imensidão de parque para mim foi um sonho realizado, pois morei bem próximo dali por mais de 30 anos, conheço cada canto do parque e já perdi a conta de quantas vezes já treinei nesse parque. Inclusive algum tempo atrás entrei em contato com alguns organizadores de corridas de montanhas para ver a possibilidade de fazer uma corrida nesse Parque e somente um respondeu que iria ver ser faria mas não chegou rolar, quem saiu perdendo foi eles...rsss...Porque a Equipe CORJA da qual faço parte realizou esse sonho não somente meu acredito também de vários corredores que não conheciam o parque.
Kit do Desafio CORJA
O dia amanheceu nublado, fazendo um bom clima para correr, fui de carona solidária com os amigo(a)s Lúcia e Moraes (obrigado pelo apoio), chegamos cedo no PEPB por volta das 6:30h da manhã, me preparei, mostrei os itens obrigatórios a organização e faltando uns 20 minutos fiz um breve aquecimento, já que o corpo estava frio. 
Na largada
E às 8 horas da manhã foi dada à largada de um sonho, procurei dividir a prova em 5 partes: A primeira foi correr bem forte, já que na terceira parte da prova lá no Rio da Prata com 15 Km foi o ponto de corte para quem não chegasse lá com 4 horas, então não podia bobear nas subidas. Largamos na sede do PEPB no final da Estrada do Pau da Fome, fui acompanhando os líderes corremos por cerca de 2,7 Km no asfalto até entrada na segunda parte do desafio que é na trilha das Furnas essa parte é a mais difícil do percurso além de ser muito íngreme e esburacada tem uns 10 tobogans (subidas e descidas), nessa parte não tem jeito todos tiveram que alternar caminhadas com corridas devido ao alto grau de dificuldades tanto das subidas como nas descidas, não tem jeito até os primeiros colocados caminharam nessa parte, foi nessa segunda parte que começou a separar os bens mais preparados para este desafio. Cheguei na parte mais alta do percurso que é na torre com 780 metros de altitude com 11 Km em 1h42 minutos já bastante cansado, a terceira parte da prova é a descida até o Rio da Prata em Campo Grande nessa descida também tem que tomar muito cuidado para não se machucar, devido uma parte estar com muitas pedras escorregadias, cheguei no ponto de corte nos 15 Kms com 2h 09 segundos, onde tinha um posto de controle e hidratação e frutas, procurei não perder muito tempo, enchi um pouco água na mochila, bebi 2 pequenos copos de coca-cola e comecei a iniciar a quarta parte da prova que era outra subida bem íngreme caminhando e hora alternando correndo, mas a frente consegui ultrapassar mais 3 corredores e torcendo para que conseguisse ultrapassar mais...rsss...cheguei na parte mais alta desta subida e ao longe vi um mastro com uma bandeira branca ao longe era o Pico da Pedra Branca a trilha mais alta deste parque e comecei a iniciar a quinta e última parte do desafio, mas não pense que é fácil, essa parte devido já está bastante cansado mesmo na descida tinha que tomar muito cuidado, pois esta parte da trilha e bem mais úmida devido existir várias fontes dágua no percurso e em algumas partes torna-se escorregadia mais deu para finalizar os 27 Km do Desafio CORJA em 13° Colocado Geral em 4 horas 17 minutos e 56 segundos. A meta era também finalizar em menos de 4 horas porque o meu recorde nessa travessia treinando é de 4 horas 00 minutos, mas  não deu, mas fiquei feliz em ter terminado o Desafio CORJA e o sonho realizado de ter uma prova nesse local maravilhoso. 
Percurso dos 27 Km e Altimetria da prova
Eu de verde acompanhando o líder da prova
Desafio CORJA sonho realizado!
Avaliação da Prova:
Inscrição: R$ 180,00 reais, um pouco caro;
Kit:  O kit foi distribuído para os corredores um dia antes numa loja esportiva na Barra da Tijuca. Recebemos 1 sacola de plástico personalizada com o nome da prova, 1 camisa da prova, 1 número de peito, 4 alfinetes, 1 chip descartável, 2 pacotes de amendoins, 1 paçoca e alguns adesivos. Retirado de forma rápida e sem nenhum problemas...Ponto positivo;
Guarda volumes: A organização disponibilizou no PEPB guarda volumes onde uma staffs colocava uma parte do nosso número na nossa bolsa e guardava. Tanto na entrega como na retirada dos meus pertences não tive nenhum problemas e foi de forma rápida...Ponto positivo;
Altimetria da prova: Bem pesado e bota pesado nisso, foram 2.000 metros de altitude acumulados, quem não treinou em montanhas pagou seus pecados no percurso...rsss;
Percurso da prova: A largada foi na Sede do PEPB no final da Estrada do Pau da Fome, largamos descendo pelo asfalto até as Furnas, onde algumas partes do asfalto tinha a guarda municipal fechando o trânsito e orientando os motoristas, subimos pela trilha das Furnas e fomos até o bairro Rio da Prata em Campo Grande e retornamos pelo outro lado até a sede do PEPB. Como foi falado acima Altimetria do percurso é bem punk. Durante o percurso teve vários Staffs orientando e controlando os corredores anotando os números quando passávamos para controle...Ponto positivo;
Posto de hidratação: A prova foi auto-suficiente, em que cada atleta teve que carregar sua hidratação, porém a organização disponibilizou 4 pontos de hidratação para os corredores. 1 na largada/chegada e mais 3 durante o percurso, porém para não sujar as trilhas não foi fornecido copos para os corredores. No Rio da Prata também teve isotônico e coca-cola e durante o percurso os corredores puderam contar com várias fontes natural dágua...Ponto positivo;
Lanche da prova: Após concluirmos a prova recebemos: 1 saco plástico transparente com 2 sanduíches, e a organização disponibilizou uma mesa farta com bananas, tangerinas, caquis, amendoins, paçocas, isotônicos, refrigerantes, bolos e água tudo farto e a vontade para os corredores e inclusive sobrou muitos itens...Ponto positivo;  
Posto médico: A organização disponibilizou duas ambulâncias com equipe médica, uma na largada, e a segunda na metade da prova no Rio da Prata...Ponto positivo;
Banheiros: A organização disponibilizou banheiros químicos na largada e os corredores puderam contar também com o banheiro do Parque...Ponto positivo;
Medalha de participação: Todos os corredores que cruzaram a linha de chegada de forma legal receberam um linda medalha de metal diferenciada para quem correu os 27 Km da Cruzada a medalha vem um desenho de um cavalo e para quem correu os 9 Km do Ataque o desenho foi uma flecha, na frente da medalha veio escrito o nome do parque os Kms e o nome da prova, atrás da medalha nada escrito e vindo com uma fita personalizada com os nomes do Parque e da prova...Ponto positivo;
Premiação da prova: A organização premiou os 5 primeiros colocados no geral masculino/feminino da prova com lindos troféus e somente para os primeiros colocados masculino/feminino um placa de madeira símbolo do parque...Ponto positivo;
Premiação Faixa Etária: Não teve, todos merecem serem premiados e não somente os primeiros colocados na geral, ainda mais que correr nessa montanha não é muito fácil, mas quem sabe na próxima edição os Organizadores não veja isso com carinho, fica a dica...Ponto negativo;
Resultado da prova: A prova foi cronometrada pela empresa www.neorace.com.br o resultado foi divulgado de forma rápida afixando os resultados das duas distâncias numa parede local e mais tarde no próprio site...Ponto positivo;
Prova: A prova conforme falado lá em cima para mim foi um sonho realizado e muito grato por isso, pois essa montanha o percurso é bastante difícil de correr, ainda mais quando chove.  Nessa prova procurei não ficar durante o percurso registrando com fotos e filmes, porque já treino nesse local há mais de 10 anos, só filmei a parte final pegando os depoimentos de alguns corredores perguntando o que acharam da prova. O Desafio CORJA foi realizado com respeito ambiental e totalmente beneficente, onde toda a renda arrecadada vai ser doada ao Parque Estadual da Pedra Branca para melhorias no parque. Porém observei uma coisa em que os organizadores podem mudar para a próxima edição, o dinheiro que foi gasto com chip na minha opinião foi desnecessário, porque só teve marcação de chip na largada/chegada, durante o percurso dos 27 Km e 9 Km não teve, a organização colocou durante o percurso vários fiscais para anotarem os nossos números para controle, para mim esse dinheiro gasto com chip deveria ser investido na premiação das Faixas Etárias que não houve ou doar a renda ao Parque além do que foi doado, fica a dica para a próxima edição organizadores. Essa prova além de ser dificílima de correr os organizadores da CORJA estão de parabéns, foi a primeira sem falha alguma no percurso, alimentação, hidratação e controle de atletas, me surpreendeu, prova feita com muito esforço e carinho a prova foi show....Parabéns. Também gostaria de parabenizar a todos Atletas que correram A CRUZADA 27 Km e o Ataque 9 Km ambos o percurso exigiram uma preparação física e mental dos atletas principalmente para quem correu os 27 Km.

Nos vemos na próxima linha de largada.🏃🏃🏃

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam bem vindo(a)s ao meu Blog de Corridas. Participe seus comentários serão muito importantes para mim e para outros participantes interessados no mesmo tema.

Todos os comentários serão bem vindos, mas, reservo-me no direito de excluir eventuais mensagens com linguagens inadequadas ou ofensivas.

PS: Caso queira entrar em contato, me mande um e-mail para jmaratona@jmaratona.com

Obrigado,

Jorge Cerqueira
Ultramaratonista