quarta-feira, 27 de maio de 2015

Competição nº 348 - Endurance Challenge 80K The North Face

Distância Só deu para correr 23,9 Km;
Tempo: 04h 25min;
Local: Visconde de Mauá - Rio de Janeiro;
Colocação Geral: Desclassificado;
Colocação Faixa Etária: Desclassificado; e
Total de Corredores: 300.

Foi realizado nesse último sábado dia 23 de maio de 2015 o Endurance Challenge 80 Km   da The North Face, prova organizada pela TRC (Club Trail Running). Em conjunto com essa prova rolou as seguintes provas: 10K, 21K e 50K. Era para ser um final de semana espetacular em Visconde de Mauá, mas infelizmente não foi por vários motivos a seguir.

Quando essa prova foi lançada há alguns meses atrás foi o maior alvoroço entre Corredores, ainda mais sendo uma das provas da The North Face e num belo e desafiador local Agulhas Negras, mas desde o início foram uma sucessão de erros por parte da TRC que organizou essa prova e além disso ameaçando vários corredores de serem cortados da prova que reclamavam. Pois bem fiquei só observando tudo que acontecia, inscrito nessa prova pela The North Face, preferi não me manifestar pensando que no dia da prova iria dar tudo certo.

Eu e os amigo(a)s Sheila Zanesco, César de Castro e Dino Laurent alugamos um carro e partimos para Visconde de Mauá, saímos do Rio por volta das 9 horas da manhã e chegamos em Visconde de Mauá por volta das 13 horas, onde fomos pegar a segunda parte do kit, tiramos algumas fotos e no local rolou uma feira de produtos esportivos da The North Face, apos isso fomos nos alojar na Pousada da Gruta, quando chegamos lá a amiga Siona que me conhecia do facebook nos recebeu dizendo que era corredora também, apos instalados fomos almoçar e mais tarde fomos para o congresso técnico da prova, onde reencontramos vários amigo(a)s de todo o território do Brasil, fui homenageado com um belo troféu não pela organização da prova, mas sim pelo amigo Hudson de Vitória (os contarei detalhes em outro post), pois o congresso começou por volta das 17 horas onde primeiro onde apresentaram-se corredores patrocinados pela The North Face, rolou entrevista e perguntas com uma corredora americana e em seguida foi falado sobre as quatro provas, achei desnecessário participar desse congresso, visto que que praticamente tudo que foi falado estava no site, acabamos perdendo tempo a toda com esse congresso, depois disso fomos jantar e retornamos para descançar na pousada.

Já no dia da prova acordamos por volta das 2h 20min da madrugada, aprontamos e ainda bem que ficamos na Pousada da Gruta, pois a amiga Siona nos blindou de madrugada com um belo café, até espantei com isso, elogiei a Pousada por nos recepcionar daquela maneira, falei com a Siona que em outros hotéis não fazem isso não ela me respondeu que e corredora também e sabe das dificuldades dos corredores (obrigado).

Saímos da Pousada por volta das 03 horas da madrugada o para o local da largada, madrugada muito fria...arggg. Chegamos no local me aprontei, mais uma vez chequei os equipamentos obrigatórios e guardei o restante no guarda volumes. Faltando uns 20 minutos fomos para a linha de largada, onde antes de entrar no local os fiscais verificaram dos corredores os itens obrigatórios (Lanterna de Cabeça, térmica manta, apito, mochila de hidratação, número e corta vento). O que me espantou na madrugada que estava muito fria era que tinha uma corredora apenas de camiseta, tava meio escuro e acho que era a amiga Vera Saporito de São Paulo, todos agasalhos e ela vestida daquele jeito, eita mulher guerreira...rsss. Bom à largada foi dada as 04 horas da manhã em ponto lá fomos nos correndo pelas ruas de paralelepípedo e depois pegamos o asfalto e começamos a subir, corremos mais ou menos uns 04 quilômetros na estrada onde passamos a correr no chão de terra batida, chegamos quando chegamos no Km 5 pegamos uma trilha onde descemos e damos de cara com uma cachoeira água bastante gelada e com o córrego forte, onde tinha uma corda de ponta a ponta e todos iam atravessando por dentro da cachoeira segurando nessa corda.

Após atravessarmos essa cachoeira começamos a correr numa trilha bem íngreme e escorregadia quase na vertical, tivemos que subir fazendo rapel segurando na corda, ainda bem que estava de luva para não machucar as mãos, após termos subido a trilha a descida também era bem íngreme e bastante escorregadia e estreita, foi aí que percebi que tinha vários corredores inexperientes correndo nessa distância dos 80 km, devido a trilha estreita, bastante escorregadia, cipós no chão, pedras com limos escorregando começou a formar single track (filas indianas enormes) começamos a gritar para os corredores que estavam na frente andando para abrir espaço por causa do corte, alguns corredores abriam espaço, outros não abriam o que dificultou a correr pela trilha, alguns corredores empurravam alguns para passaram, só sei o seguinte até que chegarmos numa trilha um pouco aberta calculei que perdi uma hora. Chegamos no plano dentro de uma fazenda de pasto de bois onde dava para correr, mesmo assim passávamos rios e lama chegamos no Km 9 onde tinha um posto de hidratação e alimentação, tomei rápido um copo de suco, peguei um pequeno pão, uma paçoca e saí em disparada correndo pelo asfalto...Corremos cerca de uns 500 metros no asfalto onde pegamos estrada de chão de terra batida, corremos  por várias fazendas leiteira, pegamos mais uma subida leve dentro de outro pasto de bois, atravessamos um portão de arame farpado onde corremos até chegar no segundo posto de hidratação e alimentação, já nesse posto não perdi tempo tomei apenas um copo de coca-cola e saí em disparada. Chegamos numa subida que quanto mais subíamos mais ficava íngreme com muita lama e escorregando, hora andava, hora corria torcendo para que chegasse logo a descida para tentar ganhar mais tempo para chegar no primeiro ponto de corte sem ser cortado, mas essa subida era enorme e com o tempo perdido no início da fila indiana, sendo que faltava mais ou menos 01 Km e no relógio batia 08:15h, tentei acelerar o mais rápido possível, tendo o cuidado para não escorregar e cair mas infelizmente cheguei às 08:25h hora sendo cortado, puto da vida porque tinha passado 5 minutos, aliás não somente eu havia sido cortado no primeiro ponto de corte dos 300 atletas foram cortados 140 atletas. mais corredores foram cortados noutros pontos de cortes. Para mim e outros prova encerrada o jeito era o pegar o ônibus da organização e voltar para base de na largada, mas cadê o ônibus??? Um fiscal que estava com sua pickup perguntou quem gostaria de ir e fui um deles que voltei triste pacas por incompetência dos outros. Quem me conhece sabe muito bem ja encarei provas bem mais piores do que essa.
Avaliação da prova:

=>Inscrição: R$350,00 reais (A minha foi gratuita pela The North Face)...Ponto Positivo;
=>Kit: Recebemos 01 sacola, 01 camisa de manga comprida de acordo com a distância que o corredor iria correr, 01 bandana, 01 adesivo da prova e um dia antes da prova pegamos o restante na base do evento 01 número com o chip colado, 01 par de meias. Ainda falando do kit os corredores fizeram a escolha de retirarem o Kit da prova no Rio (Shopping Leblon), em São Paulo (Shopping Morumbi) ou em Visconde de Mauá na base do evento. Sendo que no Rio de Janeiro houve problemas de atraso na entrega do kit, onde vários atletas perderam tempo indo no Leblon para retirar o kit. Ponto que precisa ser​​melhorado...Ponto Negativo;
=>Guarda Volumes: A organizadora da prova disponibilizou na largada uma grande tenda onde destacávamos do número de peito outro número pequeno e a Staff guardava os nossos pertences dentro da tenda. Tanto na entrega como no recebimento não tivemos nenhum problema...Ponto Positivo;
=>Altimetria da Prova: Super difícil...Ponto Negativo;
=>Percurso: Largamos no centro de Visconde de Mauá com piso de paralelepípedo, depois corremos pelo asfalto e enfim chegamos a correr nas trilhas, essa que foi aberta há menos de 2 semanas da prova, iríamos pois correr no Parque Nacional de Itatiaia, mas a o Organização da prova nos mandou um comunicado informando que o Órgão responsável pelo parque proibiu de nós corrermos por lá, com um isso a TRC abriu uma trilha com facão matando várias árvores e plantas, também abriu uma trilha estreita que dificultou vários atletas experientes como eu correr, calculei o tempo perdido em 1 hora caminhando sem poder correr porque na trilha estava bastante escorregadia, pelo percurso cipós, com pedras escorregadias e pontas de Árvores cortadas o que dificultou vários atletas correrem perdendo tempo...Ponto Negativo;
=>Posto de Hidratação: Nos 03 postos que passei tinha bastante água em copos, gatorade, refrigerante e chocolate quente...Mas por muitos corredores serem cortados e o ônibus da organização ter demorado os corredores começaram a hidratar e aí a hidratação acabou e faltou água no percurso...Ponto Negativo;
=>Alimentação: Nos 03  postos que passei tinha jujuba, o pão, frutas...Ponto Positivo;
=>Posto Médico: A organização disponibilizou equipe médica com ambulância no local da prova...Ponto Positivo;
=>Banheiros: A organização da prova disponibilizou vários banheiros químicos no local da largada e também os atletas puderam utilizar o banheiro locais de um colégio local... Ponto Positivo;
=>Premiação: A organização premiou os 05 primeiros corredores no geral masculino/ feminino com troféus, dinheiro e produtos esportivos da The North Face...Ponto Positivo;
=>Premiação Categoria Faixa Etária: A prova premiou os 3 primeiros atletas masculino/feminino com troféus, sendo premiando nas etárias de 20 em 20 anos, um absurdo fazer a premiação assim, como um corredor de maior idade vai disputar com correr de menor Idade nessas faixas acima??? Esse ponto com certeza precisa ser melhorado e muito...Ponto Negativo;
=>Medalha: Todos atletas que completaram a prova receberam uma linda medalha com o logotipo da prova...Ponto Positivo;e
=>Prova: Já são 7 anos correndo ultramaratonas sei do meu potencial, planejei completar os 80 Km entre 12 as 13 horas, quem me conhece sabe muito bem do que estou falando, já corri várias ultramaratonas com o percurso bem pior do que esse completando todas.

Por incompetência da organização da prova e de vários atletas inexperientes que tiveram que caminhar nas trilhas estreitas e perigosas eu e vários atletas experientes pagamos o pato por isso sendo cortados o que nos deixou muito indignados.

Calculei que andamos por cerca de 1 hora e isso foi num percurso de quase 6 Km, pois a trilha estava bastante escorregadia e perigosa, como a trilha foi aberta há duas semanas tinha vários tocos de madeiras pontiagudos pela trilha, os atletas ficaram com medo de cair e se machucarem, simplesmente formaram várias filas indianas e não tinha como correr e ultrapassar.

Nunca vi uma prova tão mal executada e mal planejada, após tantos erros, ainda a organização da prova lançou em sua página que a prova foi SENSACIONAL, alguns atletas elogiaram a prova, eu e vários atletas ficamos indignados e comentamos os erros que aconteceram e simplesmente a organização da prova excluiu todos os comentários negativos. Foram COVARDES erraram e não aceitaram os erros. E depois disseram que excluíram os comentários porque alguns atletas xingaram, mentira eu vi todos os comentários e não tinha xingamentos.

Deixo a minha indignação aqui e espero que a The North Face Brasil reveja todos os erros que a TRC Trail Running Club cometeu e que prejudicou vários atletas. Seria mais nobre admitirem os erros e respeitando os atletas que por meses planejaram e economizaram para essa prova. Espero que em 2016 tenha a 2 edição dessa prova, porque tenho que completar essa prova, bola para frente porque essa prova não pode acabar, sempre dou uma 2 chance ao organizador de ser consertar e espero que corrijam as falhas.

Obrigado a todos que torceram por mim!!!

Nenhum comentário: