terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Brasil 217 Revezamento - Parte 01

Com uma distância de 217 Km (135 Milhas) a serem percorridos em até 48 horas a Brasil 217 Revezamento é uma prova que tem por objetivo qualificar e formar ultramaratonistas. É uma Ultramaratona considerada a mais difícil corrida contínua no Brasil.

Para ser aceito em uma ultramaratona o atleta já deve ser experiente, pois normalmente as ultramaratonas oferecem um certo risco ao atleta e uma extrema preocupação aos organizadores da prova.

A segurança é o grande foco dos organizadores de uma ultramaratona e para garantir um ambiente mais seguro, somente atletas com bastante experiência são aceitos... 

A questão é: "Como ter experiência em ultramaratona, sem participar de ultramaratonas???..."

Para quebrar esse ciclo-vicioso o organizador criou a Brasil 217 Revezamento. 

Toda realizada nas montanhas da Serra da Mantiqueira no estado de Minas Gerais, esta prova acontece no trecho de maior dificuldade do Caminho da Fé. A Brasil 217 Revezamento é uma prova organizada pela empresa Brazil 135 Ltda. 

Ao participar da Brasil 217 Revezamento você automaticamente se qualifica para a Brazil135 Ultramarathon (Correr SOLO 217 Km). A BR135 Ultramarathon faz parte da Copa do Mundo de Corridas de 135 Milhas -"BAD135 World Cup" - uma iniciativa da empresa americana AdventureCorps promotora da corrida Badwater 135 no Deserto do Vale da Morte na Califórnia - USA que é dirigida por Chris Kostman.

Esta Copa do Mundo de corridas em ambientes de máxima dificuldade já é considerada a série mais difícil do planeta e é formada pelas provas:
BR 135 Ultra - Corrida nas Montanhas. 
Badwater Ultramarathon - Corrida no Deserto.
Arrowhead Ultra - Corrida no Gelo.

A Brasil 217 Revezamento é extremamente difícil porque é toda realizada nas montanhas da Serra da Mantiqueira, e apenas 20 dos 217 km de toda a corrida são planos. Os atletas ao longo da prova "sobem e descem" um Monte Everest, com um total de mais de 10Kms de subida e aproximadamente 9 km de descida acumuladas.

Nenhum comentário: