sexta-feira, 13 de abril de 2012

Toda marca tem um começo!!!

Tudo começou em 1991 em uma corrida que era pra ser a corrida que consagraria tanto treino e esforço,essa corrida foi a Maratona Rustica de Ribeirão Pires. Roberto Corrêa conhecido como Robertinho estava se sentindo muito bem esse dia, tinha a sensação que essa era a corrida.


A largada como sempre foi bem agitada com muita gente mas logo os que estariam entre os primeiros começavam a despontar e Robertinho estava entre eles, tudo estava indo bem e sua colocação era muito boa o 4º lugar e muito próximo dos outros, ele sentiu que dava pra realizar seu sonho pois se sentia maravilhoso e que tudo ia acabar de forma maravilhosa.

Doce ilusão, como sempre um velho inimigo começou atacar, por ter os pés muito sensíveis os tênis sempre machucaram seus pés e esse dia não foi diferente. O incômodo começou a surgir, parecia mentira, mas não era e foi só aumentando e com isso seu rendimento foi caindo, foi quando o desespero tomou conta.

Desesperado Robertinho estava vendo tudo escapar entre os "pés" e em um ato de desespero tirou seus tênis e jogou-os fora, infelizmente seus pé nem de longe estavam acostumados a correr descalços e assim a desgraça caiu sobre si terminando a prova em uma colocação que nem quis saber, chorou esse dia e com isso jurou para si mesmo que iria fazer seu próprio tênis de corrida.

E assim nasceu a Sprint Tênis que nem tinha esse nome era apenas o tênis do Robertinho que no começo era um tênis péssimo por não se dizer outra coisa, bom também devemos dar um desconto pois ele nunca entrou em uma fábrica de calçado e muito menos sabia costurar ou de colagem, mas tinha determinação de um campeão.

Sua ideia era simples, fazer um tênis que primeiramente não o machucasse e também que fosse leve, ventilado e que custasse barato pois desde aquela época os tênis já eram caros. Com muitos acertos e erros ele foi desenvolvendo o tênis, fazia um par e saia pra correr, as vezes voltava descosturado as vezes descolado as vezes sem eles pois jogava fora pois tinha ficado horrível.

Mas a persistência foi levando a perfeição e com isso começou a correr mais com o mesmo par de tênis, foi quando seus amigos da Lagoa do taquaral em Campinas começaram a se interessar por aqueles tênis esquisitos que o "louco" do Robertinho fazia e começaram a encomendar, tem muitos que encomendaram uma vez só e até hoje nunca mais usaram, o trauma foi forte kkkkkkk, em compensação tem outros que usam até hoje.

Conforme o tênis melhoravam os amigos pediam mais e foi assim até surgir a ideia que faltava, criar uma marca pois o tênis já não podia ser chamado de tênis do Robertinho, mas tem gente que acha que poderia ser até hoje, tipo Robertinho Run, seria legal também.

Sendo assim no ano de 1997 depois de muito se pensar é que surgiu a marca perfeita com seu logo que diz tudo, o tênis teria a marca inspirada no esforço sobre humano final de uma corrida, o Sprint e assim ficou Sprint Tênis.

Mas ainda o Sprint teria que ser posto a prova, teria que vencer uma corrida com ele, só que a idade já tinha chego e mesmo fazendo na casa dos 35 minutos nos 10km isso não dava nem pra chegar perto, mas Robertinho também já havia descoberto outro tipo de corrida testando seu tênis as Ultras Distâncias conhecida como Ultramaratona e foi ali que ele se consagrou e consagrou sua criação.

O ano era 2000 e Robertinho já tinha 46 anos mas mesmo assim era respeitado pois não dava mole para os jovem corredores, o local foi Salvador na Bahia, a corrida foi uma prova de 24 Horas e ainda tinha mais um dos seus desafiantes foi Sebastião da Guia fuzileiro da Marinha e um dos melhores Ultramaratonistas na época, mas ali era dele e ninguém ia tirar.

Foram um total de 202,5 Kms sem precisar jogar o tênis fora, sem bolhas e sem machucados nos pés, isso simplesmente o tornava Campeão da Prova, campeão de uma Ultramaratona de 24H com seu tênis fabricado com suas próprias mãos, seu sonho havia se realizado ele e seu Sprint em primeiro lugar.

Em 2001 ele foi o primeiro a realizar uma prova de 24h em Campinas na Lagoa do Taquaral e dessa vez na organização viu de novo seu Sprint no topo do pódio com Sebastião da Guia vencendo a prova com mais ou menos 230km, um ótimo teste.

Infelizmente em 2003 Robertinho sofreu um acidente que lhe tirou a visão e depois disso nada mais foi igual e se retirou da empresa primeiro e das corridas depois. Eu seu filho que lhes conto essa história sou da segunda geração de corredores e agora me tornado Ultramaratonista, não sei se vou ser tão bom quanto meu pai, mas continuarei testando os tênis que hoje faço com as próprias mãos como meu pai, isso tudo para ter certeza que estamos fazendo uma coisa boa para os atletas que como eu querem um tênis pra correr como meu pai sonhou e o tornou realidade.

Essa poderia bem ser a história de uma empresa estrangeira, mas é de uma empresa Brasileira, essa é a História da SPRINT TÊNIS, e quando você ver um Sprint no pé de alguém lembre-se que atrás daquele par de tênis tem uma história de superação que poucos conseguem, pois ganhar uma corrida é fácil agora fazer seu próprio tênis e ganhar uma corrida é para pessoas especiais como o Robertinho. 

Deixo aqui a frase que ele mais falava "O Campeão não perde ele adia a Vitória"!!

Bom desejo a todos tudo de bom e agente se encontra em alguma Ultramaratona por ai, abração e beijos no coração.

Sprint Tênis seu próximo tênis!!!!!!!!

Nenhum comentário: