quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Fique calmo e vença todo tipo de prova ou desafio

Recebi a mensagem abaixo e estou divulgando aqui no blog, vale a pena dar uma lida.

Fique calmo e vença todo tipo de prova ou desafio.

O pensamento gera emoção e a emoção gera a vida.

Por Nuno Cobra.

Há muito tempo queria falar sobre a dificuldade de enfrentar qualquer tipo de desafio. Tanto a educação vinda lá da infância, como a pressão social, tirou de nós adultos a possibilidade de acreditar mais em nossas possibilidades. A educação familiar/cultural exige que a gente sempre seja o máximo, vitorioso, o grande vencedor.

Assim, ficamos inseguros quanto à nossa capacidade de superar as dificuldades, em situações em que somos colocados para mostrar o nosso desempenho, entre elas: entrevista para emprego, concurso, competição, discurso, teste na escola, exame para tirar carteira de motorista, etc.

Mesmo pessoas mais preparadas, como o artista na hora da apresentação, o orador diante da platéia e o atleta de altas competições sofrem com esse problema.

O treinamento do não-pensar.

O problema está na forma como mentalmente nos colocamos diante dessas situações. Através do meu trabalho como preparador físico e mental, descobri que esse problema está no pensamento. Por isso sempre preparo meus atletas de alta competição e empresários para desenvolver o treinamento do não-pensar.

À primeira vista isto parece um absurdo, mas é de extrema utilidade você realmente não pensar a respeito do desafio ou da performance que você tem a desenvolver ou fazer.

É preciso buscar a melhor concentração e dar o máximo daquilo que você pode fazer. Com esse pensamento firme na sua mente, você vai facilitar a vitória e obter a sua melhor performance.

Lembro de uma infinidade de atletas que queriam ganhar a competição. Eles empurravam para longe esse objetivo, ao colocar mais responsabilidade nos seus ombros. Mas vejam um feliz exemplo:

O fenômeno Vanderlei Cordeiro Lima
O corredor brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima, campeão da Olympus Hamburg Marathon-2004, estava na Europa sem muito treino e que 'distraidamente' foi participar de uma maratona na Alemanha. Ele foi pra lá tão distraído, mas com paixão e luta venceu a maratona. Como não queria se preocupar com tempo e nem vencer a prova, largou forte para ver até aonde ia. Na metade da prova, ele se deu conta que estava lá na frente. Encantado com a performance, se soltou, correu forte, até talvez para saber o que iria acontecer. E surpreso, talvez até mais do que os outros, tornou-se campeão naquela prova.

Pensamento fez de Guga vencedor e perdedor
O Guga quando conquistou o título Masters Series sobre quadra rápida em Cincinnati (EUA) em 2001, foi despreocupado. Claro que no fundo todo mundo quer fazer o melhor, mas ele não exigiu de si, a vitória a qualquer preço. Motivado, em boa forma física, tecnicamente bem, foi batendo um a um todos os adversários. O mais interessante foi a entrevista concedida após vencer o australiano Patrick Rafter.

O que ele estava pensando quando derrubou o monstro sagrado do tênis?

Ele respondeu que não estava pensando em nada, que estava muito feliz e muito alegre durante o jogo. Isso mostra de forma muita evidente que a busca de concentração e de deixar fluir o que sabe, da melhor maneira que você puder, fará com que fique sempre na frente do adversário, que coloca muita responsabilidade na competição e faz muita cobrança.

Lembro que ele veio logo em seguida para uma competição na Costa do Sauípe, (complexo turístico a 70 km de Salvador) contra Flávio Saretta, na qual saiu derrotado.

Ele deve ter ficado com muita responsabilidade e deve ter pensando muito. Porque ele não 'podia' perder de um brasileiro após conquistar o Master. Vejam bem como a cabeça funciona!

Caso Daiane dos Santos
A nossa grande acrobata Daiane dos Santos que vinha vencendo todos os campeonatos mundiais, quando chegou ano passado nas Olimpíadas de Atenas, 'pressionada' pela imprensa e pela responsabilidade em trazer o ouro, acabou inexplicavelmente ficando em quinto lugar.

Como encarar o desafio ou competição

A competição tem que ser apenas o resultado de longos meses de trabalho, por isso ela não pode ser encarada como algo tão extraordinário, tão complexo e tão terrível, mas sim como algo absolutamente natural onde você coloca sua emoção o máximo que você pode.

A pessoa vence a prova nos treinamentos, na preparação muito tempo antes da competição ou do desafio; se preparando tecnicamente, buscando um sono reparador, uma alimentação adequada, tendo momentos de relaxamento, respiração e principalmente trabalhando duro.

O que fazer momentos antes do desafio ou competição?

Você deve apenas momentos antes, ficar num canto espreguiçando, bocejando, respirando lenta e profundamente, isso irá diminuir ainda mais seus giros mentais e sua freqüência cardíaca.

O que acontece quando você pensa muito no desafio?

Toda vez que você pensa muito em alguma coisa, você alimenta muito seu nível de ansiedade. O organismo não foi feito para suportar essa imensa carga de pensamentos preocupantes. Isso aumenta os giros mentais e quanto maior os giros, menor a produtividade do cérebro. Você fica nervoso, ansioso e aumenta o nível de adrenalina, você não está competindo e sim pensando: sua besta! Concluindo: quanto mais baixos os giros, melhor o rendimento do cérebro.

Nuno Cobra é formado pela Escola de Educação Física de São Carlos e pós-graduado pela Universidade de São Paulo. Foi preparador físico de Ayrton Senna, Mika Hakkinen, Rubens Barrichello, Abílio Diniz entre outros. É autor do best-seller A Semente da Vitória.

12 comentários:

Estivison disse...

Muito bom, jorge !!!
Não sei se é normal, mas sempre que tenho um desafio grande pela frente a minha defesa é naturalmente fingir que o desafio não existe. Vou tranquilão acreditando que estudei muito, me preparei muito e que " na hora sai". até hoje deu muito certo desde que haja o preparo, né. mas os amigos sempre ficam me achando um relaxado, kkk
tem dado certo até aqui, mas é uma questão de natureza ( no meu caso).
bons treinos e muita saúde, amigo.

marli disse...

Olá Jorge, ameio o post, muito bom, por isso sempre tenhos bons pensamentos quando me preparo para uma prova, acredito que a mente tem muitos poderes que nos mesmo desconhecemos!!! Deveriamos treinar mais a mente a vitória!!!
bons treinos
boas energias
simbora!!!
@marlipalugan
www.marlipalugan.blogspot.com

Regis..."amocorrer" disse...

sensacional amigo Jorge, é isso mesmo, qdo queremos muito faze aquela prova parece que trava, qdo vamos tranquilo, td flui melhor.gostei demais da dica.abcs!

elis disse...

oi, jorge!!!

muito legal o post!
até isso a gente precisa treinar, treinar e deixar fluir, pra não ficar travando na hora da prova!

bjs

Felipe de Souto disse...

Grande Jorge! Obrigado por compartilhar o texto, demais! Bom, pelo resumo do texto, acho que serei campeão de todas as provas, sou o mais despreocupado de todos! Mas não está funcionando cara!! Ahhh já sei porque...tenho que correr mais né! rsrsrs
Valeu cara!

Felipe de Souto

Dart Araújo disse...

Poxa Jorge perfeito este texto , que não só serve para corridas, mas tudo que irei fazer agora em minha vida. Principalmente concursos!!

Valeu...bj

Leonardo Nista disse...

Grande Jorge!

Excelente texto que pode beneficiar não apenas atletas ou o meio do esporte, mas tambem profissionais em diversas áreas!

Obrigado por compartilhar!

Se importa de eu copiar a informação e coloca-la no meu blog, dando os devidos créditos à voce?

Abraço parceiro!

Leonardo Nista
www.corroporcorrer.com.br

Avicor disse...

Grande Jorge o Nuno Cobra é fera !!
Estou me espelhando naquilo que ele escreve para superar minha meta que é : correr uma maratona no fim do ano !!
Estou intensificando meus treinamentos e inserindo bastante pensamento positivo !!!

Valeu parabéns pela materia !!!

Romildo freitas

Thiago Melo disse...

Valeu Jorge,
Esse Nuno é fera mesmo...adorei o livro dele, é um dos melhores que já li...me fez rever alguns conceitos. Ótima escolha para o post.
Abraço,
Thiago Melo
http://corredoraprendiz.blogspot.com/

Marluce Fagotti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marluce Fagotti disse...

Valeu! Não vou pensar não... vou correr. Dica boa! que alívio... mas será que consigo? sou ansiosa, depois te falo! Bons treinos!
Done! Viu como eu sou anSiosa? rsrsr

CORRIDA SEM LIMITES disse...

Muito bom seu blog...
segue o meu http://corridasemlimites.blogspot.com/