sábado, 2 de outubro de 2010

Projeto criado por atleta profissional forma cidadãos exemplares

"Quando corro, me sinto como um pássaro que acabou de ser solto da gaiola", afirma Damião Farias de Albuquerque, 11 anos, morador de um dos lugares mais carentes do Distrito Federal. Ele descobriu recentemente o esporte que tornou brasilienses como Clodoaldo Gomes da Silva e Marilson Gomes dos Santos campeões brasileiros em provas de longas distâncias: a corrida de rua. "Vivia fora de casa e não queria estudar. Agora, minhas notas melhoraram bastante", conta, orgulhoso, o garoto. Ele e outras 19 crianças de baixa renda da Vila Buritis, em Planaltina, conseguiram mudar seus destinos e já sonham com as Olimpíadas, graças ao projeto Correndo para o Futuro, criado há sete meses pelo corredor profissional José Carlos Dias de Oliveira, 38 anos.

Em 2004, após 13 anos longe da cidade que o acolheu, o piauense decidiu retornar à Planaltina para concretizar um sono antigo. "Quando entrei no esporte, aos 22 anos, pensei em desenvolver um trabalho destinado às crianças", conta José Carlos.

As crianças, de 6 a 14 anos, precisam ter boas notas na escola para participar dos treinos
E foi com dificuldades, existentes até hoje, que o atleta conseguiu "tirar das ruas"cerca de 30 crianças no começo do projeto. Por falta de apoio, o número de meninos e meninas diminuiu.

Hoje, o grupo é formado por 20 garotos e garotas entre 6 e 14 anos. "Alguns já podem entrar em competições importantes", garante o corredor. Atletas mirins que nem sequer têm tênis para treinar.

Enquanto esperam pela inauguração do Centro Olímpico da cidade, a criançada treina em uma área pública gramada. "Como a turma está em fase de desenvolvimento, o gramado é o melhor local para eles correrem, pois a grama amortece a musculatura", explica o fundador do projeto. Os exercícios - alongamento, técnicas e corridas - são realizados três vezes por semana, fora do horário das aulas. Para continuar no grupo, José Carlos exige bom desempenho em casa e na escola.

SUPERAÇÃO

A estudante Kássya Yasmine da Cunha Simões, 11, foi atacada por um cachorro, em 2006. O braço direito ficou debilitado. A mordida do animal também atingiu o pescoço. "Passei um ano no hospital e não podia ir para a aula", lembra. "Quando minha mãe soube da corrida, me falou que eu poderia melhorar se praticasse o esporte", conclui a jovem. Hoje, Kássya diz sentir uma alegria sem tamanho quando corre.

Para dar continuidade ao projeto, o treinador se desdobra em meio às dificuldades. Há cinco anos, José Carlos organiza a Corrida de Rua de Planaltina, que leva o seu nome. Para organizá-la, o atleta tem o apoio de empresários locais.

Mas, de acordo com ele, a ajuda que consegue para as corridas não chega ao seu projeto. "Tudo o que faço no Correndo para o Futuro é tirado do meu bolso", afirma José Carlos.

COMO AJUDAR

Quem quiser doar materiais, como tênis e roupas esportivas, para as crianças do projeto e oferecer patrocínio a José Carlos, entre em contato com o atleta.

Projeto Correndo para o Futuro

Responsável: José Carlos Dias de Oliveira

Telefone: (61) 9154-6149

10 comentários:

Rodrigo Xavier disse...

Eê Jorge, como sempre tocando em assuntos interessantes. O incentivo ao esporte realmente é uma das melhores sementes que se pode plantar.

É uma pena o José Carlos não poder contar com iniciativas governamentais... Mas com certeza com um pouquinho de ajuda de todos este projeto ainda vai atuar bastante.

Abraço

Rodrigo Xavier
http://meucorpoativo.blogspot.com/

Joka disse...

Classe A Ultra Jorge !!! Bons treinos man.

Luciana disse...

Muito bom, gostei muito da reportagem.

Lu

www.lucorredora.blogspot.com

Mayumi disse...

Fala, Jorge! Sempre com notícias boas! Muito obrigada! E vamos correndo que atrás vem gente! Um abraço! Mayumi

irmascordeiro disse...

Oi Jorge. Sempre passo por aqui para conferir tudo. Seu blog é muito interessante. Um abraço!
Mariana e Mônica

marli disse...

Passando para te desejar um maravilhoso início de semana..
/\namastê
\o/simbora treinar
\o/ simbora correr
www.marlipalugan.blogspot.com
Twitter:@marlipalugan

Valmir disse...

Jorge,você sabe que eu sou Colunista do Jornal Literarte em São Paulo, através dessa coluna já obtive muitos e-mails de pessoas querendo saber e como ajudar o meio esportivo de nossa categoria, se você autorizar eu posso publicar em minha coluna esse projeto lindo do José Carlos Dias, que sabe não aparece algum Empresário para invetir nesses meninos.
Abraço.
Valmir

Aliane Cruz disse...

Adorei!!! O esporte é muito bom...Iniciativas como estas são poucas, mas fazem a diferença na vida de muitas pessoas...

Bons treinos!!!

Abraço.

Leonardo Nista disse...

Excelente post Jorge!!!

Pessoas que incentivam esportes para crianças carentes são iluminadas!

Parabens!!!

Abraço

Leonardo Nista
www.corroporcorrer.com.br
@leonista

Anônimo disse...

I just signed up to your blogs rss feed. Will you post more on this subject?